Wordpress Themes

A Sedução das Drogas - Rede Brasil de Comunicação

Igreja Evangélica Assembléia de Deus - Recife / PE

Superintendência das Escolas Bíblicas Dominicais

Pastor Presidente: Ailton José Alves

Av. Cruz Cabugá, 29 - Santo Amaro - CEP. 50040 - 000 - Fone: 3084 152

LIÇÃO 09 - A SEDUÇÃO DAS DROGAS

INTRODUÇÃO

Um dos problemas sociais mais sérios que o mundo enfrenta nos dias atuais é a sedução das drogas. Apesar do esforço das autoridades, o vício e o tráfico de drogas cresce assustadoramente em todo o mundo. Milhares de pessoas, principalmente jovens e adolescentes, são dependentes químicos e não conseguem passar um dia sequer sem fazer uso das drogas. Outros, ainda, plantam, fabricam e comercializam drogas, enriquecendo de forma ilícita. Além disso, milhares de pessoas morrem anualmente, vítimas do tráfico de drogas e dos conflitos entre policiais e traficantes. Diante desse caos, a humanidade vive apavorada, à espera de uma solução.

Nesta lição, abordaremos, os seguintes temas: o que são as drogas, quais os tipos de drogas que existem, bem como os efeitos que elas provocam e, principalmente, o que a Bíblia ensina sobre as drogas

I - DEFINIÇÃO

A Organização Mundial de Saúde define como droga toda a substância que, sendo introduzida no organismo, pode modificar uma ou mais funções, alterando o sistema nervoso com a introdução da dependência física e/ou psíquica do indivíduo. As drogas podem ser ingeridas, inaladas ou injetadas e quase sempre conduzem o indivíduo à dependência. Existem pelo menos dois tipos de drogas: Aquelas que se comercializam livremente, tais como álcool, cigarros e alguns medicamentos; e aquelas que são proibidas e são comercializadas clandestinamente, como cocaína, crack, heroína, maconha, etc. Porém, do ponto de vista de saúde, muitas substâncias legalizadas podem ser igualmente perigosas, como por exemplo o álcool, que também é considerado uma droga.

II - QUAIS OS TIPOS DE DROGAS QUE EXISTEM E QUE EFEITOS ELAS PROVOCAM?

Basicamente, são três tipos:

2.1 Drogas que diminuem a atividade mental. Também chamadas de depressoras. Afetam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais lenta. Essas drogas diminuem a atenção, a concentração, a tensão emocional e a capacidade intelectual. Exemplos: tranqüilizantes, álcool, inalantes (cola), narcóticos (morfina, heroína).

2.2 Drogas que aumentam a atividade mental. São chamadas de estimulantes. Afetam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais acelerada. Exemplos: cafeína, cocaína, crack, etc.

2.3 Drogas que alteram a percepção. São chamadas de substâncias alucinógenas e provocam distúrbios no funcionamento do cérebro, fazendo com que ele passe a trabalhar de forma desordenada, numa espécie de delírio. Exemplos: LSD, ecstasy, maconha e outras substâncias derivadas de plantas.

III - QUAIS OS PREJUÍZOS CAUSADOS PELAS DROGAS?

É praticamente impossível descrever todos os prejuízos causados pelo uso das drogas. Mas, na maioria das vezes, as drogas afetam a vida escolar, financeira, profissional, familiar e, principalmente, espiritual. Os usuários de drogas, em sua maioria, assumem comportamentos diferentes daqueles que possuem em situações normais. Uns se tornam violentos, outros se isolam, outros abandonam os estudos e até mesmo o trabalho profissional. Podemos dizer que o uso das drogas pode trazer prejuízos irreparáveis ao ser humano.

IV - CAUSAS DO VÍCIO DAS DROGAS

São muitas as causas que levam as pessoas, principalmente jovens e adolescentes a se envolverem com as drogas. Dentre elas, destacamos as seguintes:

4.1 Influência de falsos amigos. Os viciados geralmente passam para os outros a idéia de que

as drogas são desejáveis; muitos, acabam se deixando envolver, para não ser diferente do grupo, para não sofrer a pressão dos outros. Os viciados não se contentam em se drogarem sozinhos. Eles costumam levar outras pessoas para o abismo. Como diz a Bíblia: “Um abismo chama outro abismo…” (Sl 42.7).

4.2 Curiosidade. Uma das características dos jovens e adolescentes é a curiosidade. O perigo é que, muitas vezes, eles não sabem discernir entre o bem e o mal. A curiosidade os leva a experimentar certas coisas, dentre as quais o tóxico, que os leva para a prisão da dependência e até da morte. A Bíblia adverte os jovens a fugirem dos desejos da mocidade (II Tm 2.22).

4.3 Desajuste familiar. Pesquisas comprovam que os viciados em drogas, em sua maioria, são oriundos de lares desajustados. Por falta de uma educação adequada, de afeto e de carinho no seio da família, e, principalmente de uma educação cristã, muitos se deixam levar pelos falsos amigos da escola ou do trabalho e enveredam no caminho das drogas. A Palavra de Deus ensina aos filhos honrarem os pais, e aos pais a criarem os filhos na doutrina e admoestação do Senhor (Ef 6.1-4; Cl 3.20,21).

4.4 Influência maligna: Não só as drogas, como também a prostituição, as bebidas alcoólicas e a violência, são agentes utilizados pelo Diabo para a destruição do ser humano. Por traz dos vícios, existe uma influência maligna, com o intuito de escravizar o ser humano e distanciá-lo de Deus. A Bíblia descreve claramente a ação do diabo na humanidade (Jo 10.10; I Pe 5.8)

V - A BÍBLIA FALA SOBRE AS DROGAS?

Apesar de a Bíblia não falar especificamente sobre as drogas, podemos observar que o apóstolo Paulo quando descreve as “obras da carne” (Gl 5.19-21), diz: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios,  bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas…”. Entendemos claramente que as drogas estão incluídas nesta lista.

VI - POR QUE A BÍBLIA CONDENA O USO DE DROGAS?

5.1 As drogas escravizam. As drogas conduzem o ser humano à dependência química e ao vício. Deus não criou o homem para viver dominado pelo vício. Por isso, o apóstolo Paulo diz que o cristão não deve se deixar dominar por coisa alguma (I Co 6.12).

5.2 As drogas causam sofrimento. Milhares de pessoas sofrem no mundo por causa das drogas. A Bíblia diz, no livro dos provérbios, que a bebida fermentada provoca brigas (20:1) e associa a embriaguez à pobreza (23:20,21), à contenda (23:29,30) e à injustiça (31:4,5).

5.3 As drogas conduzem o homem ao inferno. Se não houver o arrependimento e o abandono do vício, os viciados em drogas não herdarão o reino de Deus “…os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus” (Gl 5.21)

CONCLUSÃO

A igreja do Senhor Jesus pode contribuir no combate às drogas, através do ensino sobre o perigo das drogas, da intercessão e, principalmente, através da pregação da Palavra de Deus, apresentando a liberdade oferecida pelo Senhor Jesus, que veio ao mundo para trazer liberdade aos cativos (Lc 4.19; Jo 8.32,36).

Publicado no site da Rede Brasil de Comunicação

converter em pdf.

Comente.