Wordpress Themes

Se o Meu Povo Orar - Pr. Geraldo Carneiro Filho

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 13 - DATA: 26/12/2010
TÍTULO: “SE O MEU POVO ORAR”
TEXTO ÁUREO – II Cr 7:14
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: II Cr 7:11-18
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/
I – INTRODUÇÃO:

• Jn 2.1-10 – Jonas foi um profeta muito diferente; não ficou conhecido pela sua mensagem, mas, sim, pela sua experiência. Qual o papel da oração (ou da falta dela) na experiência deste profeta de Deus? Quando ele deixou de orar, houve Rebeldia, Queda, Insensibilidade, Sofrimento. Mas….

• … QUANDO JONAS OROU… - Foi ouvido, Foi ajudado, Foi transformado, Foi salvo.

• DEUS QUER OUVIR NOSSA ORAÇÃO! AQUELE QUE GOVERNA O CÉU, A TERRA E O MAR NÃO SE ESQUECEU DE NENHUM DE NÓS!

II – SE O MEU POVO NÃO ORAR…:

• Ex 34:15-16; Dt 18:9-12 cf I Rs 16:29-33 – Eis aí alguns dos males da cultura cananita sobre os quais Deus já havia alertado ao povo de Israel.

• I Rs 18:16-46 - Tomando como base a passagem bíblica do profeta Elias versus os profetas de Baal, podemos observar que a situação de Israel era calamitosa. O povo de Israel não orava: às vezes seguia a Baal; outras vezes, a Jeová.

• Da mesma forma, se o povo de Deus não orar, o mesmo que aconteceu naquele período de crise, poderá vir sobre o arraial do povo santo do Senhor.

• Observemos, o que nos diz o Senhor:

• (1) - “SE O MEU POVO NÃO ORAR, A SITUAÇÃO POLÍTICA SERÁ ASSUSTADORA” – O rei era Acabe, um dos reis mais ímpios; ele reinou durante 21 anos (918-897 a. C.); sua esposa era Jezabel, a mulher mais ímpia da história israelita. Como rainha, ela tomava parte ativa ao lado de Acabe, conduzindo o rei aos maiores absurdos, era uma pessoa desumana, dominadora, que exerceu uma influência poderosa sobre Acabe e sobre a nação. Ela mandou construir um templo para Baal em Samaria e sustentava um grande número de profetas de Baal e de Asera para praticar e promover essa religião. Ela também matou um grande número dos profetas do Senhor (veja I Reis 16:32; 18:4 e 19).

• A adoração de Baal era extremamente sedutora para Israel. A fim de estimular os deuses a tornar a terra fértil, os sacerdotes, os prostitutos cultuais e os adoradores tomavam parte em orgias sexuais, depois de entrar em um frenesi extático por meio de vinho e danças. Israel, como uma sociedade agrícola, achava necessário seguir as práticas das nações vizinhas para garantir colheitas abundantes.

• (2) - “SE O MEU POVO NÃO ORAR, O PAÍS VIVERÁ NUM CLIME DE CATÁSTROFE SOCIAL” - Por causa da seca, não havia lavoura e o povo vivia em miséria, em extrema fome. A viúva que sustentou Elias estava para preparar o último pão para si e para o seu filho e, depois, morrerem.

• (3) - “SE O MEU POVO NÃO ORAR, A SITUAÇÃO ESPIRITUAL FICARÁ ESCURÍSSIMA” – Meditemos:

(A) - A rainha Jezabel era a protetora oficial da idolatria no país;

(B) - O povo israelita coxeava entre dois pensamentos e, como cego, rumava, sem nenhuma resistência à idolatria;

(C) - Os fiéis eram perseguidos e Jezabel mandava matar todos os profetas de Deus que encontrava (I Rs 18:4)

(D) - Havia ainda 7000 no meio do povo, que não tinham dobrado os seus joelhos perante Baal (I Rs 19:18). Todavia viviam escondidos, sem forças para impor alguma influência espiritual sobre o povo.

III – PORÉM, SE O MEU POVO ORAR…:

• Na situação acima descrita, Deus começou a agir, mandando um despertamento. Porém,

• PRIMEIRO: - ANTES DO SENHOR DEUS COMEÇAR A AGIR, O ALTAR PRECISA SER RESTAURADO - O fogo do céu só cai se o altar estiver perfeito para oferecer-se sacrifícios pelos pecados do povo.

• SEGUNDO: - A ORAÇÃO DE ELIAS FOI A CHAVE QUE FEZ O SENHOR DEUS ABRIR O CÉU PARA O FOGO DESCER - Quando tudo estiver em ordem na nossa vida, teremos confiança e ousadia para pedir que Deus mande o despertamento (I Rs 18:37 cf Zc 10:1 cf At 2:1-4).

• Desta forma, assim diz o Senhor:

• (1) - “SE O MEU POVO ORAR, COMEÇAREI A USAR INSTRUMENTO OBEDIENTE” - (I Rs 18:1-2, 8, 15-19) - Deus sempre precisa de instrumentos dispostos a se entregar a Ele para o bem espiritual do povo.

• (2) - “SE O MEU POVO ORAR, FAREI MANIFESTAR A ABSOLUTA INSUFICIÊNCIA E INCAPACIDADE DE “BAAL”, DE “ASERÁ”, DOS SEUS SACERDOTES, DO REI ACABE E DA RAINHA JEZABEL” - A obediência de Elias abriu a oportunidade para o povo conhecer que nenhum deles podia atendê-lo em nada. Eram totalmente incapazes. Quando o povo de Deus ora, o Senhor começa a agir, abre-se a mente do povo, que começa a compreender a fraqueza e a insuficiência dos seus “deuses” e começa a sentir sede do Deus vivo (Sl 42:1-2).

• (3) - “SE O MEU POVO ORAR, SABERÁ QUE SÓ EU, O SENHOR, SOU DEUS E NÃO PRECISO DE AJUDA HUMANA PARA MANDAR FOGO DIVINO” - Quando o sacrifício e a lenha estavam em cima do altar, Elias mandou deitar água de modo que esta corria ao redor do altar. Hoje em dia, aparecem muitos que querem “ajudar a Deus” para uma manifestação mais rápida do fogo do céu. Isso faz aparecer fogo estranho, pois o fogo quando é de Deus, independe de ajuda humana. QUANDO O FOGO DESCEU, O POVO FOI DESPERTADO E RECONHECEU QUE SÓ O SENHOR É DEUS.

• (4) - “SE O MEU POVO ORAR, EU CONSUMIREI O SACRIFÍCIO COM FOGO DO CÉU” - Deus havia aceitado a oferta pelo pecado do povo.

• (5) - “SE O MEU POVO ORAR, O MEU FOGO O FARÁ MUDAR DE OPINIÃO” - (I Rs 18:39 cf At 2:37) - Só quando o fogo do Senhor Deus se faz presente é que os pecados ocultos aparecem!

• (6) - “SE O MEU POVO ORAR, O MEU FOGO DARÁ FORÇAS PARA QUE A IDOLATRIA SEJA EXTERMINADA” - Foi o próprio povo quem executou o castigo de Deus sobre a idolatria, conforme o Senhor Deus determinou na Sua Lei (Ex 22:18; Dt 18:9-14).

IV – CONSIDERAÇÕES FINAIS:

• I Rs 18:41-46 - O dia emocionante ainda não havia terminado: Elias orou sete vezes sob um céu sem nuvens! Sua fé se apegou aos atos passados de Deus – a seca, o fogo, a promessa de trazer chuva (18:1). A fé se alimenta das lembranças do guiar de Deus no passado. Uma pequena nuvem foi suficiente para convencer Elias de que um dilúvio estava vindo. Apesar do jejum de um dia inteiro, Elias correu com força sobre-humana para guiar a carruagem de Acabe através da chuva.

• II Cr 7:13-14 - Existe uma chave para destrancar os céus, mas o povo não a conhece, porque seus líderes deixaram de ensinar-lhes: O mais poderoso recurso do cristão é a comunhão com Deus pela oração. Os resultados costumam ser maiores do que achamos possível.

• Se orarmos, reconheceremos que o poder de Deus é infinitamente maior que o nosso e que faz muito sentido contar com ele, especialmente porque Deus nos encoraja a fazê-lo.

FONTES DE CONSULTA:

1. Lições Bíblicas - CPAD - 3º Trimestre de 1981 - Comentarista: Eurico Bergstén

2. Buckland, A. R. - Dicionário Bíblico Universal - Editora Vida

3. Champlin, R. N. e Bentes, João M. - Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia - Editora e Distribuidora Candeia

4. Estudo Bíblico “UMA ORAÇÃO NO FUNDO DO MAR” - Pr. Marcelo Rodrigues de Aguiar

Publicado no blog Escola Bíblica Dominical para Todos

converter em pdf.


  1. Warning: file_get_contents(http://...@yahoo.com.br) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/storage/1/49/c5/ebdweb1/public_html/wp-content/plugins/bbuinfo-blogblogs-user-info-plugin/bbuinfo.php on line 174
    EV SALATIEL
    Escreveu:

    QUERIDO PASTOR QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO ;
    ATRAVÉS DESTE ENSINO NOS PODEMOS FAZER UMA REFLEXÃO
    DA NOSSA CONDUTA NO SENTIDO GERAL DA NOSSA VIDA ;
    CONTINUE ASSIM

Comente.