Wordpress Themes

4º Trim 10

TV EBD - Se o Meu Povo Orar - Ev. Luiz Henrique

Assista os vídeos da TV EBD com a aula da Lição 13 - Se o Meu Povo Orar. Para facilitar o download, o vídeo é dividido em 5 partes. Você pode assistir aqui mesmo, clicando nos vídeos, ou clicar nos links, acima dos vídeos para salvar; ao abrir a nova página, clique no botão Download. Os vídeos são produzidos pelo Ev. Luiz Henrique e também publicados no site Estudos Bíblicos EBD, ou no blog EBDnaTV.

1ª Parte - Lição 13 - 4T/2010

2ª Parte - Lição 13 - 4T/2010

3ª Parte - Lição 13 - 4T/2010

4ª Parte - Lição 13 - 4T/2010

5ª Parte - Lição 13 - 4T/2010

converter em pdf.

Questionário - Se o Meu Povo Orar - Pr. Moisés Soares da Câmara

- Faça o Download do arquivo em Word
ALUNO(A):____________________________________________
CLASSE: _________________________________  NOTA:______

QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 13 DO 4º TRIMESTRE/2010

01.  Examine as cinco proposições, julgando se são verdadeiras ou falsas. Em seguida, assinale a alternativa correta:

I.

Quanto a sua aplicação, o texto bíblico da lição bíblica de hoje pode ser feito aos crentes de todas as épocas.

II.

Deus promete responder ao quebrantamento do povo.

III.

Na dedicação do Templo de Jerusalém, o Senhor fez uma promessa ao povo de Israel (inaplicável à sua igreja).

IV.

Deus estabeleceu condições para que a sua bênção fosse derramada.

V.

O Senhor fez um concerto com Salomão dizendo: Não te faltará varão que domine em Israel.

 

A   As proposições I e V são verdadeiras.
B   As proposições II e III são falsas.
C   Todas as proposições são verdadeiras.
D   As proposições III e V são falsas.
E   As proposições III e IV são verdadeiras.

02.  Sobre as respostas divinas às atitudes do povo, é correto afirmar, exceto:

A   Jesus incentivou seus discípulos a pedir e buscar a Deus, incessantemente, sem desfalecer.
B   Conforme o assunto estudado, a primeira recompensa pelas atitudes mencionadas na lição de hoje é ter os pecados perdoados.
 
C   Deus responde às orações daqueles que o temem.
D   Um filho obediente ao seu Pai, as suas orações sobem e serão respondidas.
E   Deus ouve e vê o que está em secreto.

03.  Na questão a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos.

 Com relação à necessidade de se humilhar e buscar a Deus:

 01) Jó nunca questionou ao Senhor.
 02) O caminho da humildade passa pelo reconhecimento humano da infinita grandeza divina.
(04) Ao refletir acerca da grandeza de Deus, Jó caiu em si.
(08) São as misericórdias do homem que nos faz ficar em pé.
(16) Jó reconheceu a sua limitação.
(32) Jó foi surpreendido por uma sequência reveladora de perguntas divinas.

     Soma = (   )

04.  Marque a única alternativa incorreta.

A   O homem deve reconhecer que Deus é Senhor, Soberano, Criador e Todo-Poderoso.
B   Deus mostrou que, no caso de ocorrer um afastamento do povo em relação a Ele, consequências viriam.
 
C   Humilhar-se é submeter-se, sujeitar-se a alguém.
D   O homem deve reconhecer-se como criatura pecadora.
E   É com espírito de exaltação que o homem deve chegar-se a Deus.

05.  Em relação a buscar a face de Deus, é ilícito afirmar, exceto: Clique aqui para ler o texto completo »

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - CPAD

Todos os propósitos se cumpriram; a tarefa árdua se completou; Salomão…

LEITURA EM CLASSE 2 Crônicas 7.11-18

INTRODUÇÃO
I. A Necessidade de se humilhar e buscar a Deus
II. A Necessidade de arrepender-se e converter-se
III. As respostas divinas às atitudes do povo

CONCLUSÃO

COMENTÁRIO DE 2 CRÔNICAS 7.11-18

7.11-18

Todos os propósitos se cumpriram; a tarefa árdua se completou; Salomão havia realizado o seu dever e o seu privilégio. Ele tinha terminado sua obra monumental visando a glória de Yahweh. Cf. Is 21.4; II Cr 8.6.

…Se eu cerrar os céus de modo que não haja chuva. …Entre as armas que havia à disposição de Yahweh para punir um povo pecaminoso estavam as desordem da natureza. Um povo agrícola que vivia em uma terra circundada por desertos dependia, de modo absoluto, da chuva. Os tempos modernos não mudaram muito essa dependência. Até nossos extensos sistemas de irrigação dependem das precipitações, ainda que deem às águas da chuva uma distribuição mais ampla… Visto que se pensava que Yahweh controlava as condições atmosféricas, mediante intervenção direta, também se acreditava que o pecado poderia reverter esse curso. A pestilência era outra arma divina contra o pecado, e a antiga e familiar praga dos gafanhotos representava outra temível ameaça.

…A oração de arrependimento, feita com humildade, pode curar qualquer praga e fazer cair as chuvas. Foi Yahweh quem disse isso. Ele atenta para o Seu povo (ver 2 Cr 6.33; Amós 8.12 e Jr 14.9). Mas o povo de Israel precisava pôr-se em movimento, inspirado pelo arrependimento. Eles tinham de buscar o rosto de Deus (cf. Sl 24.6; 27.8). Tinham de abandonar seus caminhos ímpios, o que serve de evidência de um verdadeiro arrependimento. A questão não pode ficar sob a forma de palavras e promessas. A conduta precisa ser modificada. Ver Os 6.1; Is 6.10; Jr 25.5. Os olhos de Yahweh (ver o v. 15) estão pesando a situação. Ele está olhando em busca de evidências de modificação; e imediatamente responderá a qualquer mudança para melhor. Cf. 2 Cr 6.40. E então o Senhor curará a terra e o povo (ver Sl 60.4). Há menção a coisas similares em 2 Cr 6.21-31, onde encontramos elementos da oração de Salomão, quando ele antecipou tais retrocessos. As calamidades podem ser curadas se Yahweh ficar satisfeito diante do que vir e ouvir. A conduta é muito importante, muito mais que meras orações e promessas.

Texto extraído da obra: “O Antigo Testamento Interpretado, versículo por versículo” de R. N. Champlin. Rio de Janeiro: CPAD.

Publicado no Portal CPAD

converter em pdf.

Questionário - Se o Meu Povo Orar - Ev. Luiz Henrique

QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 13, SE O MEU POVO ORAR

RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 4º TRIMESTRE DE 2010

Complete os espaços vazios e marque com “V” as respostas corretas e com “F” as falsas.

TEXTO ÁUREO

1- Complete:

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se _______________________, e _________________________, e _____________________ a minha face e se _______________________ dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7.14).

VERDADE PRÁTICA

2- Complete:

A oração de _________________________, acompanhada de _________________________ e humildade, __________________________ a bondade e a benignidade do Senhor.

INTRODUÇÃO

3- Qual a promessa do Senhor, ao povo de Israel (aplicável à sua igreja de todas as épocas), por ocasião da dedicação do Templo de Jerusalém, no reinado de Salomão?

(    ) Precisaria dirigir um louvor ao Senhor que a resposta viria, quando estivessem em dificuldades, enfrentando períodos de seca e esterilidade,

(    ) Bastaria cantar adorando ao Senhor, mesmo que estivessem em dificuldades, DEUS os ouviria.

(    ) Bastaria dirigir um clamor ao Senhor que a resposta viria, quando estivessem em dificuldades, enfrentando períodos de seca e esterilidade,

4- Quais condições DEUS estabeleceu para que a sua bênção fosse derramada sobre seu povo?

(    ) A necessidade de se oferecer sacrifícios de animais a DEUS.

(    ) A necessidade de se humilhar.

(    ) A necessidade de buscar a DEUS.

(    ) A necessidade de arrepender-se.

(    ) A necessidade de converter-se.

I. A NECESSIDADE DE SE HUMILHAR E BUSCAR A DEUS

5-Por que temos a necessidade de nos humilhar e de buscar a DEUS?

(    ) O caminho da humildade passa pelo reconhecimento humano da infinita grandeza divina, seu imenso poder e sua glória suprema.

(    ) O DEUS que fez o céu, a Terra e tudo o que nela há.

(    ) O DEUS que da Terra faz o escabelo de seus pés.

(    ) O DEUS que criou Satanás e seus demônios.

(    ) O DEUS que mediu na concha de sua mão as águas do planeta.

(    ) O DEUS que com seu poder sustenta todas as coisas.

Clique aqui para ler o texto completo »

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - Ev. Luiz Henrique

Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva

TEXTO ÁUREO

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7.14).

VERDADE PRÁTICA

A oração de confissão, acompanhada de temor e humildade, exalta a bondade e a benignidade do Senhor.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - 2 Cr 6.27 Devemos confessar o pecado a DEUS em oração

Terça - Tg 4.10 Devemos nos humilhar diante de DEUS em oração

Quarta -2 Cr 6.30,31 Devemos pedir restauração a DEUS

Quinta - Jo 17.21-23 Devemos pedir a DEUS unidade

Sexta - 2 Cr 7.14 Devemos ter certeza de que DEUS responde à oração

Sábado - Lc 11.10-1 Devemos ser perseverantes em oração

Clique aqui para ler o texto completo »

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - Luciano de Paula Lourenço

Texto Base: 2 Crônicas 7:11-18
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra“(2Cr 7.14).

Caros professores da Escola Bíblica Dominical, e demais seguidores deste blog, esta é a última aula deste 4º trimestre de 2010. Os momentos que passamos juntos estudando a Palavra de Deus foram mui gratificantes. Primeiro, porque Deus preservou a nossa vida diante de tantos conflitos, quer espiritual, quer moral, e, fortificados pela comunhão com Deus, marchamos, convictos da vida eterna em Cristo Jesus, rumo à pátria celestial. Segundo, porque aprendemos que a oração é o meio fundamental para mantermos a comunhão com Deus e decifrarmos qual a sua vontade para determinadas pretensões nossas. Terceiro, aprendemos que a humildade, o respeito, a reverencia e a submissão, são virtudes chaves para adentrarmos a sala do Trono de Deus. Portanto, cada um de nós deve refletir acerca da nossa vida de oração, e estar cônscio da importância do diálogo entre a teoria e a prática. Após essas treze aulas, espera-se que ao menos nossa vida devocional seja modificada. Afinal, de nada adiantará aprendermos a orar, se não orarmos.

INTRODUÇÃO

Neste trimestre estudamos acerca da oração. Vimos diversas vezes exemplos de pessoas que oraram e obtiveram resposta às suas orações. Vimos também exemplos de pessoas que negligenciaram a oração e as conseqüências desse ato. Nesta lição, veremos a recomendação de Deus no tocante à oração para o seu povo. Quando da dedicação do Templo de Jerusalém, no reinado de Salomão, o Senhor fez promessas, porém a concretização dessas promessas foi condicionada à obediência a Ele (2Cr 7:14). Por extensão, aplica-se, também, à Igreja, o novo povo de Deus da dispensação da graça(1Co 10:32). Para a Igreja Jesus diz mais: “…Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida”(Ap 2:10).
Vivemos um instante na Igreja em que uma das frases mais ouvidas é “receba a bênção” ou, simplesmente, “receeeeba”, como se as promessas e as bênçãos divinas fossem uma questão tão somente de se pôr à disposição para ser servido pelo Senhor, que, pateticamente, é reduzido à condição de simples “servo”, “almoxarife”.
Somente aqueles com um senso de relacionamento pessoal (‘chamado pelo Seu nome’) que tratam o relacionamento com Deus seriamente (‘humilharem-se’) recorrerão ao Senhor por ajuda sobrenatural.
Para alcançar as promessas de Deus é preciso estar dentro dos pré-requisitos estabelecidos na Palavra de Deus, sendo uma delas, a obediência à sua lei moral, como consequência do reconhecimento e aceitação de Cristo como Senhor e Salvador.
Que possamos compreender o significado e a profundidade de cada uma das promessas do Altíssimo, pois elas são infalíveis: “… nem uma só palavra caiu de todas as suas boas palavras que falou pelo ministério de Moisés, seu servo” (1Rs 8:56).

AS PROMESSAS DE DEUS SÃO CONDICIONAIS - “SE O MEU POVO ORAR

Na famosa oração de dedicação do Templo, Salomão pediu ao Senhor que atendesse as súplicas do seu povo, quando ele pecasse e fosse exilado: “Ouve tu desde os céus, e perdoa os pecados de teu povo de Israel, e faze-os tornar à terra que tens dado a eles e a seus pais” (2Cr 6:24,25). Claro que isto requereria arrependimento, uma mudança de coração, pelo qual o rei orou fervorosamente (6:37-39).
Em seguida, o Senhor apareceu de noite a Salomão para conceder-lhe bênçãos adicionais (2Cr 7:12-18) juntamente com uma advertência (2Cr 7: 19-22; cf 1Rs 9:1-9). As suas palavras a Salomão foram uma breve resposta aos pontos principais da oração de consagração do rei. Deus assegurou-lhe que tinha ouvido(1Rs 9:3; cf 8:28-30) e confirmou que o seu nome estava no Templo, que teria a sua atenção contínua. O Senhor novamente declarou que a obediência era a condição para a continuidade do trono de Davi(1Rs 4:5; cf 8:24-26). Aqui está o severo aviso de que a desobediência irá certamente resultar em cativeiro em uma terra estrangeira, e na destruição do Templo. Os próprios estranhos entenderiam que a causa de tal ruína seria a deslealdade de Israel do seu Deus(1R 9:6-9). Portanto, a obediência ou a santidade da vida é a chave para que Israel cumpra o propósito que Deus tem para a nação, como um povo; a sua desobediência não será tolerada de maneira alguma. Clique aqui para ler o texto completo »

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - Pr. Adilson Guilhermel

Lição Biblica 13 - 26 de dezembro 2010.

Texto Áureo: 2 Crônicas 7.14 E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.

Leitura Bíblica em Classe: 2 Crônicas 7.11-18

O SENHOR NÃO DESPREZA A ORAÇÃO SINCERA

1. DEUS QUER UMA CONDUTA CONDICIONAL A SUA PALAVRA

* Os nossos esforços em servir tem recompensas - 2 Crônicas 7.11 Assim Salomão acabou a casa do Senhor, e a casa do rei, e tudo quanto Salomão intentou fazer na casa do Senhor e na sua casa prosperamente o efetuou. 2 Crõnicas 15.7 Mas esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos; porque a vossa obra tem uma recompensa.

* Uma oração com propósitos tem resposta divina - 2 Crônicas 7.12 E o Senhor apareceu de noite a Salomão, e disse-lhe: Ouvi a tua oração, e escolhi para mim este lugar para casa de sacrifício. Provérbios 15.29 O SENHOR está longe dos ímpios, mas a oração dos justos escutará.

* Os juízos divinos vem quando não há obediência - 2 Crônicas 7.13 Se eu fechar os céus, e não houver chuva; ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra; ou se enviar a peste entre o meu povo; Êxodo 19.5 Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha.

2. DEUS QUER UMA CONDUTA SINCERA NOS SEUS CAMINHOS

* No erro Ele quer mudança de conduta para nos restaurar - 2 Crônicas 7.14 E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. I João 2.1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

* Não adianta palavras e promessas se não há sinceridade - 2 Crônicas 7.15 Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar. Provérbios 5.21 Eis que os caminhos do homem estão perante os olhos do SENHOR, e ele pesa todas as suas veredas.

* As atenções divinas são presentes em uma vida santificada - 2 Crônicas 7.16 Porque agora escolhi e santifiquei esta casa, para que o meu nome esteja nela perpetuamente; e nela estarão fixos os meus olhos e o meu coração todos os dias. I Tessalonicenses 4.4 Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;

3. DEUS QUER UMA CONDUTA LONGE DOS CAMINHOS ÍMPIOS

* Ponha no Senhor toda confiança pois não há outro caminho - 2 Crônicas 7.17a… E, quanto a ti, se andares diante de mim, como andou Davi teu pai, e fizeres conforme a tudo o que te ordenei, 2 Samuel 22.31 O caminho de Deus é perfeito, e a palavra do SENHOR refinada; e é o escudo de todos os que nele confiam.

* Ande em obediência que é uma exigência na vida espiritual - 2 Crônicas 7.17b…e guardares os meus estatutos e os meus juízos, Hebreus 12.9 Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos?

* Faça a vontade divina e suas promessas serão confirmadas - 2 Crônicas 7.18 Também confirmarei o trono do teu reino, conforme a aliança que fiz com Davi, teu pai, dizendo: Não te faltará sucessor que domine em Israel. Hebreus 10.23 Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.

Obs: O esboço é elaborado exclusivamente pelo texto bíblico da lição.

Publicado no site Esboços da EBD

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - Pr. Geraldo Carneiro Filho

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA
NITERÓI - RJ
LIÇÃO Nº 13 - DATA: 26/12/2010
TÍTULO: “SE O MEU POVO ORAR”
TEXTO ÁUREO – II Cr 7:14
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: II Cr 7:11-18
PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO
e-mail: geluew@yahoo.com.br
blog: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/
I – INTRODUÇÃO:

• Jn 2.1-10 – Jonas foi um profeta muito diferente; não ficou conhecido pela sua mensagem, mas, sim, pela sua experiência. Qual o papel da oração (ou da falta dela) na experiência deste profeta de Deus? Quando ele deixou de orar, houve Rebeldia, Queda, Insensibilidade, Sofrimento. Mas….

• … QUANDO JONAS OROU… - Foi ouvido, Foi ajudado, Foi transformado, Foi salvo.

• DEUS QUER OUVIR NOSSA ORAÇÃO! AQUELE QUE GOVERNA O CÉU, A TERRA E O MAR NÃO SE ESQUECEU DE NENHUM DE NÓS!

II – SE O MEU POVO NÃO ORAR…:

• Ex 34:15-16; Dt 18:9-12 cf I Rs 16:29-33 – Eis aí alguns dos males da cultura cananita sobre os quais Deus já havia alertado ao povo de Israel.

• I Rs 18:16-46 - Tomando como base a passagem bíblica do profeta Elias versus os profetas de Baal, podemos observar que a situação de Israel era calamitosa. O povo de Israel não orava: às vezes seguia a Baal; outras vezes, a Jeová.

• Da mesma forma, se o povo de Deus não orar, o mesmo que aconteceu naquele período de crise, poderá vir sobre o arraial do povo santo do Senhor.

• Observemos, o que nos diz o Senhor:

• (1) - “SE O MEU POVO NÃO ORAR, A SITUAÇÃO POLÍTICA SERÁ ASSUSTADORA” – O rei era Acabe, um dos reis mais ímpios; ele reinou durante 21 anos (918-897 a. C.); sua esposa era Jezabel, a mulher mais ímpia da história israelita. Como rainha, ela tomava parte ativa ao lado de Acabe, conduzindo o rei aos maiores absurdos, era uma pessoa desumana, dominadora, que exerceu uma influência poderosa sobre Acabe e sobre a nação. Ela mandou construir um templo para Baal em Samaria e sustentava um grande número de profetas de Baal e de Asera para praticar e promover essa religião. Ela também matou um grande número dos profetas do Senhor (veja I Reis 16:32; 18:4 e 19).

• A adoração de Baal era extremamente sedutora para Israel. A fim de estimular os deuses a tornar a terra fértil, os sacerdotes, os prostitutos cultuais e os adoradores tomavam parte em orgias sexuais, depois de entrar em um frenesi extático por meio de vinho e danças. Israel, como uma sociedade agrícola, achava necessário seguir as práticas das nações vizinhas para garantir colheitas abundantes.

• (2) - “SE O MEU POVO NÃO ORAR, O PAÍS VIVERÁ NUM CLIME DE CATÁSTROFE SOCIAL” - Por causa da seca, não havia lavoura e o povo vivia em miséria, em extrema fome. A viúva que sustentou Elias estava para preparar o último pão para si e para o seu filho e, depois, morrerem.

• (3) - “SE O MEU POVO NÃO ORAR, A SITUAÇÃO ESPIRITUAL FICARÁ ESCURÍSSIMA” – Meditemos:

(A) - A rainha Jezabel era a protetora oficial da idolatria no país;

(B) - O povo israelita coxeava entre dois pensamentos e, como cego, rumava, sem nenhuma resistência à idolatria;

(C) - Os fiéis eram perseguidos e Jezabel mandava matar todos os profetas de Deus que encontrava (I Rs 18:4)

(D) - Havia ainda 7000 no meio do povo, que não tinham dobrado os seus joelhos perante Baal (I Rs 19:18). Todavia viviam escondidos, sem forças para impor alguma influência espiritual sobre o povo.

III – PORÉM, SE O MEU POVO ORAR…:

• Na situação acima descrita, Deus começou a agir, mandando um despertamento. Porém,

• PRIMEIRO: - ANTES DO SENHOR DEUS COMEÇAR A AGIR, O ALTAR PRECISA SER RESTAURADO - O fogo do céu só cai se o altar estiver perfeito para oferecer-se sacrifícios pelos pecados do povo. Clique aqui para ler o texto completo »

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - Joseph Bruno

Texto Áureo: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7.14).

Verdade Prática: A oração de confissão, acompanhada de temor e humildade, exalta a bondade e a benignidade do Senhor.

Introdução

Finalizando este abençoado trimestre, já no fim deste ano de 2010, temos a oportunidade de estudar, de forma detalhada, a passagem que se encontra no livro de 2 Crônicas, capítulo 7 e versículo 14, acerca da forma correta e sensata de buscarmos a Deus. Este versículo, que embasa a lição ora estudada, nos traz uma relação de causa e consequência, a saber: aquele que orar, humilhando-se e buscando a presença de Deus, convertendo-se dos seus maus caminhos (em arrependimento), alcança como consequência a misericórdia de Deus, que ouve o nosso clamor, perdoa os nossos pecados e sara a nossa terra.

Este versículo nos mostra a forma que devemos entrar na Presença de Deus. Enquanto servos, temos que ter um coração humilde e quebrantado, buscar continuamente a face de Deus e endireitarmos as nossas veredas. Aproveitando o final de ano, época que costumeiramente fazemos um balanço de nossas vidas, devemos observar de que forma estamos buscando ao nosso Deus. Desejamos ver sua face continuamente? Ainda temos um coração humilde? Os nossos caminhos são retos aos olhos de Deus?

Tais questionamentos são fundamentais, porque se ligam diretamente com a eficácia da oração. Se o Senhor impõe estes antecedentes para ouvir nosso clamor e nos estender a Sua misericórdia, por óbvio que se estivermos em falta, nossas orações não terão a eficácia que delas se espera.

Neste estudo, abordar-se-á os principais pontos do versículo transcrito no texto áureo, essenciais ao nosso Ministério de Oração.

Buscar Deus com humildade

Segundo a “Pequena Enciclopédia Bíblica”, de Orlando Boyer, humildade é a “virtude com que manifestamos o sentimento da nossa fraqueza ou de nosso pouco ou nenhum mérito”. Já o Novo Dicionário Aurélio aponta o verbete humildade com sendo “virtude que nos dá o sentimento da nossa fraqueza”. Ambos os conceitos, um de natureza bíblica e outro de natureza secular, nos dão a principal natureza da condição de humildade: o reconhecimento da nossa fraqueza. Clique aqui para ler o texto completo »

converter em pdf.

Se o Meu Povo Orar - Sulamita Macêdo

Professoras e professores, para a lição 13 e conclusão do trimestre, faço as seguintes sugestões:

- Iniciem a aula, cumprimentando os alunos e perguntando como passaram a semana.

- Falem do tema da aula e façam a seguinte pergunta:

Quais os benefícios de uma vida regular de oração?

Escrevam as respostas no quadro ou cartolina.
Neste momento, aproveitem para fazer uma retrospectiva das lições de forma objetiva, enfatizando os pontos mais importantes para formação da atitude de orar regulamente.

Cuidado com o tempo! Não se estenda muito em cada lição.

- Leiam o versículo de II Crônicas 7.14 e escrevam no quadro ou cartolina as palavras-chave:
HUMILHAR-SE
ORAR
BUSCAR
CONVERTER-SE

Trabalhem as implicações de cada ação expressa por estes verbos e em seguida aponte os resultados destes atos:
OUVIREI
PERDOAREI
SARAREI
Por fim, para a conclusão deste estudo, comparem estes resultados do versículo lido com as respostas dos alunos para a pergunta “Quais os benefícios de uma vida regular de oração?” (atividade do início da aula).

- Leiam o texto “Hospital do Senhor”.

- Finalizem a aula, desejando aos alunos ricas bênçãos no ano que se inicia, colocando em prática o ato de orar, vigiar e obedecer a Palavra de Deus.

Publicado no blog Atitude de Aprendiz

converter em pdf.