Lição 6 - Anjos, ministros e enviados por Deus


Estudos:
- Angelologia
- Doutrina dos Anjos (Angelologia) - Parte 1 de 2
- Doutrina dos Anjos (Angelologia) - Parte 2 de 2
- Doutrina dos Anjos (Anjos bons)
- Doutrina dos Anjos (Anjos Caídos)
- A doutrina dos anjos
- Doutrina Bíblica Sobre Os Anjos
- Angelologia
- Os Anjos
- A doutrina dos anjos

Livros:

- Anjos: Agentes Secretos de Deus - Hylarino Domingues Silva - Editora A.D.Santos

- A Verdade sobre os Anjos: Edição Luxo - Donald l. Deffner - CPTN

- Querubins, o Mistério dos Anjos - Sergio Gama Lavoura - Editora W4ENDOnet

- Conhecendo as Doutrinas da Bíblia - Myer Pearlman - Editora Vida

- Manual de Doutrinas Cristãs: Teologia Sistemática ao Alcance de Todos - Wayne Grudem - Editora Vida

- Fundamentos da Teologia Cristã - Robin Keeley - Editora Vida

- Teologia Sistemática - Augustus Hopkins Strong - Editora Hagnos

- Fundamentos da Teologia Pentecostal - vol. 1 - Guy P. Duffield e Nathaniel M. Van Cleave - Editora Quadrangular

- Fundamentos da Teologia Pentecostal - vol. 2 - Guy P. Duffield e Nathaniel M. Van Cleave - Editora Quadrangular

Complemento:

TEXTO ÁUREO
“Não são, porventura, todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?” (Hb 1.14).
 
 
 
 
VERDADE PRÁTICA
Embora magníficos em poder, os anjos não devem nem podem ser adorados. Sua missão é exaltar a DEUS e trabalhar em prol dos que hão de herdar a vida eterna.
 
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: HEBREUS 1.1-8
 1 Havendo DEUS, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho, 2 a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. 3 O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas; 4 feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles. 5 Porque a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, e ele me será por Filho? 6 E, quando outra vez introduz no mundo o Primogênito, diz: E todos os anjos de DEUS o adorem. 7 E, quanto aos anjos, diz: O que de seus anjos faz ventos e de seus ministros, labareda de fogo. 8 Mas, do Filho, diz: Ó DEUS, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos, cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.
 
 
1.1,2 FALOU-NOS... PELO FILHO. Estes dois primeiros versículos estabelecem o tema principal deste livro. No passado, o instrumento principal de DEUS para sua revelação foram os profetas, mas agora Ele tem falado, ou se revelado pelo seu Filho JESUS CRISTO, que é supremo sobre todas as coisas. A Palavra de DEUS falada mediante seu Filho é final: ela cumpre e transcende tudo o que foi anteriormente falado da parte de DEUS. Absolutamente nada, nem os profetas (v. 1), nem os anjos (v. 4), têm maior autoridade do que CRISTO. Ele é o único caminho para a salvação eterna e o único mediador entre DEUS e o homem. O escritor de Hebreus confirma a supremacia de CRISTO ao enumerar dEle sete grandes revelações (vv. 2,3)
1.3 ASSENTOU-SE À DESTRA. Depois de CRISTO ter efetuado o perdão dos nossos pecados mediante a sua morte na cruz assumiu o seu lugar de autoridade à destra de DEUS. A atividade redentora de CRISTO no céu envolve seu ministério de mediador divino (8.6; 13.15; 1 Jo 2.1,2), de sumo sacerdote (2.17,18; 4.14-16; 8.1-3), de intercessor (7.25) e de batizador no ESPÍRITO (At 2.33).
1.4 MAIS EXCELENTE QUE OS ANJOS. JESUS é superior aos anjos pela mesma razão porque Ele é superior aos profetas: Ele é o Filho (vv. 4-14). Os anjos desempenharam um papel importante na outorga do concerto do AT (Dt 33.2; At 7.53; Gl 3.19). O autor, escrevendo aos judeus crentes, estabelece a superioridade de CRISTO sobre os anjos, recorrendo ao AT.
1.5 HOJE TE GEREI. Ver Jo 1.14. CRISTO, o DEUS eterno, tornou-se humano (Fp 2.5-9). NEle se uniram a humanidade e a divindade. De modo humilde, Ele entrou na vida e no meio-ambiente humanos com todas as limitações das experiências humanas (cf. 3.17; 6.38-42; 7.29; 9.5; 10.36).
1.8 DO FILHO, DIZ: Ó DEUS. O escritor sacro destaca aqui a deidade de CRISTO (ver Jo 1.1):
João começa seu Evangelho denominando JESUS de "o Verbo" (gr. Logos). Mediante este título de CRISTO, João o apresenta como a Palavra de DEUS personificada e declara que nestes últimos dias DEUS nos falou através do seu Filho (cf. Hb 1.1). As Escrituras declaram que JESUS CRISTO é a sabedoria multiforme de DEUS (1 Co 1.30; Ef 3.10,11; Cl 2.2,3) e a perfeita revelação da natureza e da pessoa de DEUS (Jo 1.3-5, 14,18; Cl 2.9). Assim como as palavras de um homem revelam o seu coração e mente, assim também CRISTO, como "o Verbo", revela o coração e a mente de DEUS. João nos apresenta três características principais de JESUS CRISTO como "o Verbo". (1) O relacionamento entre o Verbo e o Pai. (a) CRISTO preexistia "com DEUS" antes da criação do mundo (cf. Cl 1.15,19). Ele era uma pessoa existente desde a eternidade, distinto de DEUS Pai, mas em eterna comunhão com Ele. (b) CRISTO era divino ("o Verbo era DEUS"), e tinha a mesma natureza do Pai (Cl 2.9; ver Mc 1.11). (2) O relacionamento entre o Verbo e o mundo. Foi por intermédio de CRISTO que DEUS Pai criou o mundo e o sustenta (v. 3; Cl 1.17; Hb 1.2; 1 Co 8.6). (3) O relacionamento entre o Verbo e a humanidade. "E o Verbo se fez carne" (v. 14). Em JESUS, DEUS tornou-se um ser humano com a mesma natureza do homem, mas sem pecado. Este é o postulado básico da encarnação: CRISTO deixou o céu e experimentou a condição da vida e do ambiente humanos ao entrar no mundo pela porta do nascimento humano (ver Mt 1.23)
 
OS ANJOS, E O ANJO DO SENHOR
Jz 2.1 “E subiu o Anjo do SENHOR de Gilgal a Boquim e disse: Do Egito vos fiz subir, e vos trouxe à terra que a vossos pais tinha jurado, e disse: Nunca invalidarei o meu concerto convosco.”
 
A Bíblia menciona freqüentemente os anjos; o presente estudo provê uma noção geral do ensino bíblico a respeito dos anjos.
 
ANJOS. A palavra “anjo” (hb. malak; gr. angelos) significa “mensageiro”. Os anjos são mensageiros ou servidores celestiais de DEUS (Hb 1.13,14), criados por DEUS antes de existir a terra (Jó 38.4-7; Sl 148.2,5; Cl 1.16).
(1) A Bíblia fala em anjos bons e em anjos maus, embora ressalte que todos os anjos foram originalmente criados bons e santos (Gn 1.31). Tendo livre-arbítrio, numerosos anjos  participaram da rebelião de Satanás (Ez 28.12-17; 2Pe 2.4; Jd 1.6; Ap 12.9; ver Mt 4.10) e abandonaram o seu estado original de graça como servos de DEUS, e assim perderam o direito à sua posição celestial.
(2) A Bíblia fala numa vasta hoste de anjos bons (1Rs 22.19; Sl 68.17; 148.2; Dn 7.9-10; Ap 5.11), embora os nomes de apenas dois sejam registrados nas Escrituras: Miguel (Dn 12.1; Jd 1.9; Ap 12.7) e Gabriel (Dn 9.21; Lc 1.19,26). Segundo parece, os anjos estão divididos em diferentes categorias: Miguel é chamado de arcanjo (lit.: “anjo principal”, Jd 9; 1 Ts 4.16); há serafins (Is 6.2), querubins (Ez 10.1-3), anjos com autoridade e domínio (Ef 3.10; Cl 1.16) e as miríades de espíritos ministradores angelicais (Hb 1.13,14; Ap 5.11).
(3) Como seres espirituais, os anjos bons louvam a DEUS (Hb 1.6; Ap 5.11; 7.11), cumprem a sua vontade (Nm 22.22; Sl 103.20), vêem a sua face (Mt 18.10), estão em submissão a CRISTO (1Pe 3.22), são superiores aos seres humanos (Hb 2.6,7) e habitam no céu (Mc 13.32; Gl 1.8). Não se casam (Mt 22.30), nunca morrerão (Lc 20.34-36) e não devem ser adorados (Cl 2.18; Ap 19.9,10). Podem aparecer em forma humana (geralmente como moços, sem asas, cf. Gn 18.2,16; 19.1; Hb 13.2).
(4) Os anjos executam numerosas atividades na terra, cumprindo ordens de DEUS. Desempenharam uma elevada missão ao revelarem a lei de DEUS a Moisés (At 7.38; Gl 3.19; Hb 2.2). Seus deveres relacionam-se principalmente com a obra redentora de CRISTO (Mt 1.20-24; 2.13; 28.2; Lc 1—2; At 1.10; Ap 14.6,7). Regozijam-se por um só pecador que se arrepende (Lc 15.10), servem em prol do povo de DEUS (Dn 3.25; 6.22; Mt 18.10; Hb 1.14), observam o comportamento da congregação dos cristãos (1Co 11.10; Ef 3.10;
1Tm 5.21), são portadores de mensagens de DEUS (Zc 1.14-17; At 10.1-8; 27.23-24), trazem respostas às orações (Dn 9.21-23; At 10.4); às vezes, ajudam a interpretar sonhos e visões proféticos (Dn 7.15-16); fortalecem o povo de DEUS nas provações (Mt 4.11; Lc 22.43), protegem os santos que temem a DEUS e se afastam do mal (Sl 34.7; 91.11; Dn 6.22; At 12.7-10), castigam os inimigos de DEUS (2Rs 19.35; At 12.23; Ap 14.17—16.21), lutam contra as forças demoníacas (Ap 12.7-9) e conduzem os salvos ao céu (Lc 16.22).
(5) Durante os eventos dos tempos do fim, a guerra se intensificará entre Miguel, com os anjos bons, e Satanás, com suas hostes demoníacas (Ap 12.7-9). Anjos acompanharão a CRISTO quando Ele voltar (Mt 24.30-31) e estarão presentes no julgamento da raça humana (Lc 12.8,9).
  O ANJO DO SENHOR. É mister fazer menção especial ao “Anjo do SENHOR” (às vezes, “o Anjo de DEUS”), um anjo incomparável que aparece no AT e no NT.
(1) Seu primeiro aparecimento foi a Agar, no deserto (Gn 16.7); outros aparecimentos incluíram pessoas como Abraão (Gn 22.11,15), Jacó (Gn 31.11-13), Moisés (Êx 3.2), todos os israelitas durante o êxodo (Êx 14.19) e mais tarde em Boquim (Jz 2.1,4), Balaão (Nm 22.22-36), Josué (Js 5.13-15, onde o príncipe do exército do SENHOR é mais provavelmente o Anjo do SENHOR), Gideão (Jz 6.11), Davi (1Cr 21.16), Elias (2Rs 1.3-4), Daniel (Dn 6.22) e José (Mt 1.20; 2.13).
(2) O Anjo do SENHOR realizou várias tarefas semelhantes às dos anjos, em geral. Às vezes, simplesmente trazia mensagens do Senhor ao seu povo (Gn 22.15-18; 31.11-13; Mt 1.20). Noutras ocasiões, DEUS enviava o seu anjo para suprir as necessidades dos seus (1Rs 19.5-7), para protegê-los do perigo (Êx 14.19; 23.20; Dn 6.22) e, ocasionalmente, destruir os seus inimigos (Êx 23.23; 2Rs 19.34,35; Is 63.9). Quando o próprio povo de DEUS rebelava-se e pecava grandemente, este anjo podia ser usado para destruí-lo (2Sm 24.16,17).
(3) A identidade do anjo do Senhor tem sido debatida, especialmente pelo modo como ele freqüentemente se dirige às pessoas. Note os seguintes fatos: (a) em 2.1, o anjo do Senhor diz: Do Egito Eu vos fiz subir, e Eu vos trouxe à terra que a vossos pais Eu tinha jurado, e Eu disse: Eu nunca invalidarei o meu concerto convosco (o grifo dos pronomes foi acrescentado). Comparada esta passagem com outras que descrevem o mesmo evento, verifica-se que eram atos do Senhor, o DEUS do concerto dos israelitas. Foi Ele quem jurou a Abraão, a Isaque e a Jacó que daria aos seus descendentes a terra de Canaã (Gn 13.14-17; 17.8; 26.2-4; 28.13); Ele jurou que esse concerto seria eterno (Gn 17.7), Ele tirou os israelitas do Egito (Êx 20.1,2) e Ele os levou à terra prometida (Js 1.1,2). (b) Quando o anjo do Senhor apareceu a Josué, este prostrou-se e o adorou (Js 5.14). Essa atitude tem levado muitos a crer que esse anjo era uma manifestação do próprio Senhor DEUS; do contrário, o anjo teria proibido Josué de adorá-lo (Ap 19.10; 22.8-9). (c) Ainda mais explicitamente, o anjo do Senhor que apareceu a Moisés na sarça ardente disse, em linguagem bem clara: “Eu sou o DEUS de teu pai, o DEUS de Abraão, o DEUS de Isaque e o DEUS de Jacó” (Êx 3.6; ver Gn 16.7; Êx 3.2).
(4) Porque o anjo do Senhor está tão estreitamente identificado com o próprio Senhor, e porque ele apareceu em forma humana, alguns consideram que ele era uma aparição do CRISTO eterno, a segunda pessoa da Trindade, antes de nascer da virgem Maria.
 
 
 ANGELOLOGIA 
 
I. ANGELOLOGIA, A DOUTRINA SOBRE OS ANJOS [Bons]
A. Existência dos anjos:
1. Anjos são encontrados em trinta e cinco livros da Bíblia, e em duzentas e setenta e cinco referências.
2. CRISTO ensinou a existência dos anjos (Mat 18:10; 26:53).
3. Os anjos são uma ordem distinta da criação e foi-lhes dado uma posição celestial, ou esfera, acima da esfera do homem (Sal 8:5; Heb 2:7-9; Apo 5:11; 7:11).
4. Anjo significa "mensageiro".
Eles são sempre referidos através do gênero masculino. 
  Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus sempre vêem a face de meu Pai que está nos céus. (Mateus 18:10)
  Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos? (Mateus 26:53)
  Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste. (Salmos 8:5)

  7 Tu o fizeste um pouco menor do que os anjos, De glória e de honra o coroaste, E o constituíste sobre as obras de tuas mãos; 8 Todas as coisas lhe sujeitaste debaixo dos pés. 9 Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele JESUS que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de DEUS, provasse a morte por todos. (Hebreus 2:7-9)
  E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles milhões de milhões, e milhares de milhares, (Apocalipse 5:11)
   E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a DEUS, (Apocalipse 7:11)
B. Criação dos Anjos
Colossenses 1:15-17
Anjos não são uma raça, mas uma hoste [exército].
Eles são filhos de DEUS (Jó 1:6), e nunca de outros anjos.
Foram criados  num determinado momento, antes da criação do mundo físico (Jó 38:6,7).
Os anjos foram criados num estado de santidade (Judas 1:6).
Eles são inumeráveis (Heb 12:22). 
  ... 16 Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. 17 E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. (Colossenses 1:15-17)
   E num dia em que os filhos de DEUS vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles. (Jó 1:6)
   6 Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina, 7 Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de DEUS jubilavam? (Jó 38:6-7)
   E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; (Judas 1:6)
   Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do DEUS vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos; (Hebreus 12:22)
C. Personalidade dos anjos [cada anjo é uma pessoa]
1. Têm intelecto (1Pe 1:12).
2. Têm emoções (Luc 2:13).
3. Têm
arbítrio [resolução dependente da vontade] (Judas 1:6 [acima] -- capazes de deixarem o seu primeiro estado. 
  Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo ESPÍRITO SANTO enviado do céu, vos pregaram o evangelho; para as quais coisas os anjos desejam bem atentar. (1 Pedro 1:12)

   E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a DEUS, e dizendo: (Lucas 2:13)
D. Natureza dos anjos:
1. São seres espirituais (Heb 1:14).

2. Não se reproduzem (Mar 12:25).

3. São masculinos exceto em  Zac 5:9 (gênero feminino usado duas vezes).

4. Não morrem (Luc 20:36).

5. São distintos dos seres humanos (Sal 8:4,5).
--Não são os espíritos dos mortos [embora os demônios finjam sê-los, no Espiritismo].

6. Possuem grande poder (2Pe 2:11). 
  Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação? (Hebreus 1:14)
   Porquanto, quando ressuscitarem dentre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento, mas serão como os anjos que estão nos céus. (Marcos 12:25)
   E levantei os meus olhos, e vi, e eis que saíram duas mulheres; e traziam vento nas suas asas, pois tinham asas como as da cegonha; e levantaram o efa entre a terra e o céu. (Zacarias 5:9)
   [NOTA DO TRADUTOR:  Assim como José sonhou com vacas gordas ingerindo vacas magras, mas tudo foi linguagem figurativa e tais vacas não existem realmente, assim também estas visões e linguagem de Zacarias são  figuradas, não implicam que essas mulheres realmente existem e sejam anjos, nem que hajam anjos femininos.]
  Porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de DEUS, sendo filhos da ressurreição. (Lucas 20:36)
  4 Que é o homem mortal para que te lembres dele? e o filho do homem, para que o visites? 5 Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste. (Salmos 8:4-5)
   Enquanto os anjos, sendo maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor. (2 Pedro 2:11)
[NOTA DO TRADUTOR:
  7. Não há anjos bebezinhos, nem femininos: na Bíblia, anjos sempre têm gênero masculino, e aspecto de homem adulto e perfeito (portanto másculo, porém assexual).8. Mat 22:30 e Mar 12:25 não dizem que os anjos (e seres humanos, glorificados) não têm gênero, (não existem anjas), dizem que os anjos (e seres humanos, glorificados) não usarão da parte sexual.   9. Anjos, na Bíblia, nunca têm asas, pois sempre têm a aparência de homem normal (só querubins e serafins têm asas).]
E. Ministério dos anjos:
1. Para com CRISTO:
a. Predisseram Seu nascimento (Luc 1:26-33).

b. Proclamaram Seu nascimento (Luc 2:13).

c. Protegeram-No enquanto bebê (Mat 2:13).

d. Fortaleceram-No após Sua tentação (Mat 4:11).

e. Preparados para O defenderem (Mat 26:53).

f. Rolaram a pedra e anunciaram Sua ressurreição (Mat 28:2,6).

g. Na ascensão de CRISTO (Atos 1).
 
  28 ... Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. 29 E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. 30 Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de DEUS. 31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de JESUS. 32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor DEUS lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. (Lucas 1:26-33)
8 ¶ Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. 9 E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. 10 E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: 11 Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é CRISTO, o Senhor. 12 E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura. 13 E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a DEUS, e dizendo: 14 Glória a DEUS nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens. (Lucas 2:8-14)
   ... o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar. (Mateus 2:13)
  Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam. (Mateus 4:11)
   Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos? (Mateus 26:53)
   2 E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela ... 6  Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia. (Mateus 28:2,6)
  9 E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. 10 E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. 11 Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse JESUS, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. (Atos 1:9-11)
2. Para com os crentes:
a. Ajudam os crentes em geral (Heb 1:14).

b. Envolvidos em responder às orações (Atos 12:7).

c. Dão encorajamento (Atos 27:23-24).

d. Anjos da guarda (Heb 1:14 [acima]; Mat 18:10).

e. Observam a experiência dos Cristãos (1Co 4:9;  1Tim 5:21).

f. Interessados no esforço evangelístico (Luc 15:10; Atos 8:26).

g. Cuidam dos crentes na morte (Luc 16:22; Judas 1:9).
 
  Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação? (Hebreus 1:14)
  E eis que sobreveio o anjo do Senhor, e resplandeceu uma luz na prisão; e, tocando a Pedro na ilharga, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa. E caíram-lhe das mãos as cadeias. (Atos 12:7)       [NOTA DO TRADUTOR: isto foi em resposta às orações da igreja, verso 5].
  23 Porque esta mesma noite UM anjo de DEUS, de quem eu sou, e a quem sirvo, esteve comigo, 24 Dizendo: Paulo, não temas; importa que sejas apresentado a César, e eis que DEUS te deu todos quantos navegam contigo. (Atos 27:23-24 tradução de Berry)
   Vede, não Desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus sempre vêem a face de meu Pai que está nos céus. (Mateus 18:10)
  Porque tenho para mim, que DEUS a nós, apóstolos, nos pós por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens. (1 Coríntios 4:9)
   Conjuro-te diante de DEUS, e do Senhor JESUS CRISTO, e dos anjos eleitos, que sem prevenção guardes estas coisas, nada fazendo por parcialidade. (1 Timóteo 5:21)
  Assim vos digo que há alegria diante dos anjos de DEUS por um pecador que se arrepende. (Lucas 15:10)
  E UM anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai para o lado do sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserta. (Atos 8:26 tradução de Berry)
  E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado. (Lucas 16:22)
  Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. (Judas 1:9)
3. Para com os descrentes:
a. Miguel é o guarda de Israel (Daniel 12:1).
b. Envolvidos em executar o julgamento no período da tribulação (Apocalipse capítulos 8 e 9 [os 7 anjos com as 7 trombetas] e capítulo 16 [os 7 anjos com as 7 taças]).
c. Trazem castigo aos descrentes (Atos 12:23).
d. Envolvidos quando o Senhor voltar para estabelecer o Seu reino (Mat 13:39). 
  E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. (Daniel 12:1)

  E no mesmo instante feriu-o o anjo do Senhor, porque não deu glória a DEUS e, comido de bichos, expirou. (Atos 12:23)

  O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. (Mateus 13:39)
F. Classificação dos anjos:
1. Arcanjo -- Miguel cujo nome significa "Quem é como DEUS" (Judas 1:9).

2. Anjos eleitos (1Ts 5:21).

3. Principados e potestades -- usado para todos os anjos e por vezes só em relação aos anjos caídos (Efé. 1:21; 3:10).

4. Querubim -- ou "criaturas viventes", que defendem a santidade de DEUS da poluição dos seres pecadores (Gên 3:24; Êxo 25:17-20; Eze 1:1-18). Note também o propósito original para o qual Satanás foi criado (Eze 28:14).

5. Serafim (Isa 6:2-7) -- sempre adorando DEUS.

6. O anjo de Jeová [O Anjo do SENHOR] -- são usualmente aparições de CRISTO no Velho Testamento.

7. Gabriel (Luc 1:19). 
  Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. (Judas 1:9)
   Conjuro-te diante de DEUS, e do Senhor JESUS CRISTO, e dos anjos eleitos, que sem prevenção guardes estas coisas, nada fazendo por parcialidade. (1 Timóteo 5:21)
   Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; (Efésios 1:21)
  Para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de DEUS seja conhecida dos principados e potestades nos céus, (Efésios 3:10)
  E havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida. (Gênesis 3:24)
   ... 18 Farás também dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório. ... 20 Os querubins estenderão as suas asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório; as faces deles uma defronte da outra; as faces dos querubins estarão voltadas para o propiciatório. (Êxodo 25:17-20)
   Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de DEUS estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. (Ezequiel 28:14)
  2 Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam. 3 E clamavam uns aos outros, dizendo: SANTO, SANTO, SANTO é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. ... 5 Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos. 6 Porém um dos serafins voou para mim, trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; 7 E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e expiado o teu pecado. (Isaías 6:2-7)
  E, respondendo o anjo, disse-lhe: Eu sou Gabriel, que assisto diante de DEUS, e fui enviado a falar-te e dar-te estas alegres novas. (Lucas 1:19)
  
 
II. SATANALOGIA, A DOUTRINA SOBRE SATANÁS
A. Sua existência:
1. Ensinada em sete livros do Velho Testamento e reconhecido por todos os [nove] escritores do Novo Testamento.
2. CRISTO reconheceu e ensinou a existência de Satanás (Mat 13:39; Luc 10:18 e 11:18). 
  O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. (Mateus 13:39)
 
  E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. (Lucas 10:18)

  E, se também Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Pois dizeis que eu expulso os demônios por Belzebu. (Lucas 11:18)
B. Sua personalidade [é uma pessoa]:
1. Tem intelecto (Mat 4; 2Cor 11:3) -- cita as Escrituras.

2. Tem emoções (Apo 12) -- ira.

3. Tem arb
ítrio (resolução dependente da vontade) (2Cor 2:26 [erro de digitação?]; Isa 14; Mat 25:41 e 2Ti 2:26) -- moralmente responsável.
 
   ... 3 E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de DEUS, manda que estas pedras se tornem em pães. ...  6 E disse-lhe: Se tu és o Filho de DEUS, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. ... 9 E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. ... (Mateus 4:3-11)
   Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também ... (2 Coríntios 11:3)
   ... 7 E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, ... 12 ... Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande IRA, sabendo que já tem pouco tempo. ... 17 E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente ... (Apocalipse 12:7-17)
   ... 13 E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de DEUS exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. 14 Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo ... (Isaías 14:12-15)
   ... Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; (Mateus 25:41)
  E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos. (2 Timóteo 2:26)
C. Sua natureza:
1. Um ser criado (Eze 28:14,15) -- Portanto tem que responder perante seu criador.
2. Um ser espiritual (Efé 6:11,12).
3. Foi um Querubim (Eze 28:14).
4. O ser angelical mais elevado (Eze 28:12).
5. Limitações:
a. Ele é uma criatura e por conseguinte, não é nem onipotente, nem onipresente nem onisciente.
b. Pode ser resistido pelos salvos (Tia 4:7).
c. DEUS lhe colocou certas limitações (Jó 1:12).
6. Traços da personalidade:
a. É um assassino (João 8:44a).
b. É um mentiroso (João 8:44b).
c. É um pecador inveterado (1Jo 3:8).
d. É um acusador (Apo 12:10).
e. É um adversário (1Pe 5:8). 
   ... 15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti. (Ezequiel 28:14-15)
   11 Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. 12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. (Efésios 6:11-12)
   Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de DEUS estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. (Ezequiel 28:14)
   Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. (Ezequiel 28:12)
   Sujeitai-vos, pois, a DEUS, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. (Tiago 4:7)
   E disse o SENHOR a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do SENHOR. (Jó 1:12)
   Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. (João 8:44)
   Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de DEUS se manifestou: para desfazer as obras do diabo. (1 João 3:8)
   E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso DEUS, e o poder do seu CRISTO; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso DEUS os acusava de dia e de noite. (Apocalipse 12:10)
   Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; (1 Pedro 5:8)
D. Nomes principais:
 
 
1. Satanás -- adversário (2Co 11:14 [; Zac 3:1; 1Te 2:18]).
2. Diabo -- caluniador (Mat 4:1).
3. Serpente -- enganador (Apo 12:9).
4. Lúcifer -- portador de luz (Isa 14:12) [Ver NOTA].
5. Maligno (1Jo 5:19).
6. Dragão (Apo 12:17).
7. Príncipe deste mundo (Jo 12:31).
8. O deus deste século (2Co. 4:4).
9. Acusador dos irmãos (Ap 12:10).
10. Belzebu -- príncipe dos demônios (Mat 12:24).
11. Belial (2Co 6:15).
 
  E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.(2Co 11:14)
  ... e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor. (Zacarias 3:1)
  ... mas Satanás no-lo impediu. (1 Tessalonicenses 2:18)
  Então foi conduzido JESUS pelo ESPÍRITO ao deserto, para ser tentado pelo diabo. (Mat 4:1)
  E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. (Apo 12:9)
  Como caíste desde o céu, ó Lúcifer [Ver NOTA], filho da manhã! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! (Isa 14:12, tradução KJV)
  NOTA DO TRADUTOR em Isa 14:12: "Estrela da manhã" não é a melhor tradução, pois é título do nosso Senhor JESUS CRISTO em Apo 2:28; 22:16. Deve ser adotada a tradução "Lúcifer", tal como está, por exemplo, em  Bíblias da Reforma tais como a KJV(1611) e a SEV(1596). "Lúcifer"  significa  "portador da luz" ou "transportador da luz", e bem expressa o sentido de  "01966 llyh heylel".
  Sabemos que somos de DEUS, e que todo o mundo está no maligno.(1João 5:19)
  E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de DEUS, e têm o testemunho de JESUS CRISTO. (Apo 12:17)
  Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo. (João 12:31)
  Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de CRISTO, que é a imagem de DEUS. (2Co 4:4)
  E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso DEUS, e o poder do seu CRISTO; porque o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso DEUS os acusava de dia e de noite. (Apo 12:10)
  Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios. (Mat 12:24)
  Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios. (Mat 12:24)
  E que concórdia há entre CRISTO e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? (2 Coríntios 6:15 BRP)
E. Queda de Satanás:
(compare. Ezequiel 28 e Isaías 14)
1. Seu pecado (Isa 14:5,12-15) -- "EU. . . ."
a. Eu subirei ao céu (Eu tirarei o lugar a DEUS).

b. Eu exaltarei meu trono acima das estrelas de DEUS (acima dos anjos).

c. Eu me assentarei no monte da congregação na banda dos lados do norte.

d. Eu subirei acima. . . das nuvens (a glória de DEUS).

e. Eu serei semelhante ao Altíssimo. (Satanás queria ser o possuidor dos céus e da terra.) - O seu pecado foi a soberba (1Ti 3:6) e pode ser caracterizado como o de falsificar DEUS (ser semelhante ao Altíssimo) [através do engano, tentar simular e imitar o poder de DEUS, para, assim, receber a adoração devida a Ele e tentar tomar-Lhe o lugar, tentar ser igual a DEUS] . 
   11  Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: 12 Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. 13 Estiveste no Éden, jardim de DEUS; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. 14 Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de DEUS estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. 15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti. 16 Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de DEUS, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas. 17 Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti. (Eze 28:11-17)

     Como caíste desde o céu, ó Lúcifer [Ver NOTA], filho da manhã! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! (Isa 14:12, tradução KJV)
  NOTA DO TRADUTOR em Isa 14:12: "Estrela da manhã" não é a melhor tradução, pois é título do nosso Senhor JESUS CRISTO em Apo 2:28; 22:16. Deve ser adotada a tradução "Lúcifer", tal como está, por exemplo, em  Bíblias da Reforma tais como a KJV(1611) e a SEV(1596). "Lúcifer"  significa  "portador da luz" ou "transportador da luz", e bem expressa o sentido de  "01966 llyh heylel".
   E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de DEUS exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. (Isa 14:13)
   Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. (Isa 14:14)
   E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo. (Isa 14:15)
   Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. (1Ti 3:6) 
2. Seu castigo:
a. Expulso da sua posição original do Céu (Eze 28:16).

b. No jardim do Éden (Gen. 3:14-15).

c. Na cruz (João 12:31).

d. Barrado totalmente o acesso ao Céu durante [a partir de a metade de] a Septuagésima Semana de Daniel (Apo 12:7-13).

e. Confinado no abismo (Apo 20:2).

f. Lançado para dentro do Lago de Fogo (Apo 20:10).
 
   Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de DEUS, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas. (Eze 28:16)
   Então o SENHOR DEUS disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. (Gên 3:14,15)
   Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo. (João 12:31)
   E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso DEUS, e o poder do seu CRISTO; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso DEUS os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte. Por isso alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo. E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem. (Apo 12:7-13)
 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. (Apo 20:2)
 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. (Apo 20:10)
F. Trabalho de Satanás relacionado com:
1. DEUS:
a. Tenta opor-se ao plano de DEUS em todas as áreas e por todos os meios possíveis.
b. Tenta falsificar o plano de DEUS.
c. Tentou CRISTO (Mat 4:3-11).
d. Possuiu o
corpo de Judas para trair CRISTO (João 13:27).
 
   E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de DEUS, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de DEUS. Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de DEUS, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. Disse-lhe JESUS: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu DEUS. Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe JESUS: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu DEUS adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam. (Mat 4:3-11)
   E, após o bocado, entrou nele Satanás. Disse, pois, JESUS: O que fazes, faze-o depressa. (João 13:27)
2. Descrentes:
a. Cega-lhes as mentes (2Co 4:4).

b. Rouba-lhes a Palavra dos seus corações (Luc 8:12).

c. Usa descrentes para se opor ao trabalho de DEUS (Apo 2:13).

d. Reuni-los-á para a batalha do Armagedon (Apo 16:13-16).

e. Atualmente engana-os (Apo 20:3).
 
   Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de CRISTO, que é a imagem de DEUS. (2Co 4:4)
  E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo; (Luc 8:12)
   Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. (Apo 2:13)
  E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do DEUS Todo-Poderoso. Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. E os congregaram no lugar que em hebreu se chama armagedon. (Apo 16:13-16)
  E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo. (Apo 20:3)
3. Crentes:
 
 
a. Tenta os crentes para mentirem (Atos 5:3).
b. Acusa e calunia os crentes (Apo 12:10).
c. Pode impedir o trabalho de um salvo (1Ts 2:18).
d. Tenta derrotar-nos através de demônios (Efé 6:12).
e. Tenta-nos para a imoralidade (1Co 7:5).
f. Semeia falsificadores entre os crentes (Mat 13:38,39).
g. Incita perseguição contra os crentes (Apo 2:10).
 
   Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao ESPÍRITO SANTO, e retivesses parte do preço da herdade? (Ato 5:3)
   E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso DEUS, e o poder do seu CRISTO; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso DEUS os acusava de dia e de noite. (Apo 12:10)
   Por isso bem quisemos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu. (1Te 2:18)
   Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. (Efé 6:12)
   Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência. (1Co 7:5)
   O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. (Mat 13:39)
   Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. (Apo 2:10)
G. Defesas do crente contra Satanás:
1. Intercessão de CRISTO (Heb 7:25; João 17:15).

2. Ter a atitude correta para com Satanás (1Pe 5:8 e Judas 1:8,9).

3. Estar vigilante contra Satanás (1Pe 5:8).

4. Tomar uma atitude de resistência contra Satanás, mas por vezes devemos fugir (Tia 4:7 e 2Ti 2:22).

5. Usar a armadura espiritual (Efé 6:11-18).
 
   Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a DEUS, vivendo sempre para interceder por eles. (Heb 7:25)
   Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. (João 17:15)
   Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; (1Pe 5:8)
   E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades. Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. (Jud 1:8-9)
   Sujeitai-vos, pois, a DEUS, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. (Tia 4:7)
   Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor. (2Ti 2:22)
   Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de DEUS, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do ESPÍRITO, que é a palavra de DEUS; Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no ESPÍRITO, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, (Efé 6:11-18)
  
 
 
III. DEMONOLOGIA, A DOUTRINA SOBRE OS DEMÔNIOS
A. Pontos de vista sobre a origem dos demônios:
1. A alma dos homens perversos que morreram (Gregos- Para com os descrentes).
2. Espíritos duma raça pré-Adãmica. (Para com os descrentes)
3. Descendência [do intercurso] dos anjos caídos com as mulheres, antes do dilúvio (Gen. 6:1-4). (Para com os descrentes)
4. Aqueles anjos que seguiram Satanás na sua queda (posição bíblica).
Todos os Anjos
Anjos não-Caídos
Anjos Caídos (demônios)
 
a. demônios livres
 
b. demônios confinados [2Pe 2:4; Jud 1:6]
 
c. demônios temporariamente confinados (Apo 9:14 e Luc 8:28-31)
 
   "E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, Viram os filhos de DEUS que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu ESPÍRITO para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos. Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de DEUS entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama."(Gên 6:1-4)


   Porque, se DEUS não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; (2 Pedro 2:4)
 

   E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; (Judas 1:6)


   A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. (Apocalipse 9:14)
 
   28 E, quando viu a JESUS, prostrou-se diante dele, exclamando, e dizendo com grande voz: Que tenho eu contigo, JESUS, Filho do DEUS Altíssimo? Peço-te que não me atormentes. 29 Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso, com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos. 30 E perguntou-lhe JESUS, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. 31 E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. (Lucas 8:28-31)
 
B. Características dos demônios:
 
1. Seres espirituais (Mat17:18, compare com Mar 9:25).
2. Conhecem JESUS CRISTO (Mar 1:24).
3. Conhecem o seu próprio fim (Mat 8:29).
4. Conhecem o plano da salvação (Tia 2:19).
5. Têm um sistema de doutrina (1Ti 4:1-3).
6. Imorais, perversos, imundos (1Ti 4:1-3). 
   E, repreendeu JESUS o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. (MT 17:18)
   E JESUS, vendo que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe: ESPÍRITO mudo e surdo, eu te ordeno: Sai dele, e não entres mais nele. (Mar 9:25)
   Dizendo: Ah! que temos contigo, JESUS Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o SANTO de DEUS. (Mar 1:24)
   E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, JESUS, Filho de DEUS? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo? (Mat 8:29)
   Tu crês que há um só DEUS; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. (Tia 2:19)
   Mas o ESPÍRITO expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que DEUS criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; (1Ti 4:3)
C. Atividades dos demônios:
1. Em geral:
a. Tentam opor-se à obra de DEUS (Apo 16:13-16 e Daniel 10:11-14).

b. Estendem a autoridade de Satanás (Efé 6:11,12).

c. Demônios podem ser usados por DEUS para levar a cabo Seus propósitos (2Co 12:7; 1Ti 1:20; 1Co 5:5 e 1Sa 16:14).
 
   13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do DEUS Todo-Poderoso. ... 16 E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. (Apo 16:13-16)
   11 E me disse: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que vou te dizer, ... 12 ... desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu DEUS, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. 13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia. ... (Dan 10:11-14)
   ... 12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." (Efé 6:11-12)
   E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar. (1 Timóteo 1:20)
   "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar." (2Co 12:7)
   "Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do SENHOR JESUS." (1Co 5:5)
   "E o ESPÍRITO do SENHOR se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do SENHOR." (1Sa 16:14)
2. Algumas em particular:
a. Podem infligir doença (Mat 9:33).
b. Podem possuir humanos (Mat 4:24).
c. Podem possuir animais (Mar 5:13).
d. Espalham falsa doutrina (1Ti 4:1).
e. Opõem-se ao crescimento espiritual dos filhos de DEUS (Efé 6:12 [acima]). 
   E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel. (Mat 9:33)
   E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. (Mat 4:24)
   E JESUS logo lho permitiu. E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar. (Mar 5:13)
   Mas o ESPÍRITO expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; (1Ti 4:1)
D. Possessão demoníaca:
1. Definição: Um demônio residindo dentro de uma pessoa, exercendo controle diretamente na mente/corpo dessa pessoa.
2. Resultado: Doença física ou deficiência (Mat 9:32,33), desarranjo/perturbação mental (Mat 17:15).
3. Marcas de possessão demoníaca de Marcos 5 (o endemoninhado gadareno):
a. Habitado por um espírito imundo (verso 2).
b. Força física invulgar (verso 3).
c. Ataques de fúria (verso 4).
d. Desintegração ou divisão da personalidade  (versos 6 e 7). O endemoninhado correu para JESUS para obter ajuda, contudo gritava de medo.
e. Resistência às coisas espirituais (verso 7).
f. Poderes de clarividência (verso 7) -- sabia imediatamente quem JESUS era.
g. Alteração da voz (verso 9).
h. Transportação pelo ocultismo (verso 13) -- os demônios deixaram o homem e entraram nos porcos. 
   E, havendo-se eles retirado, trouxeram-lhe um homem mudo e endemoninhado. E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel. (Mat 9:32-33)
 

   15 Senhor, tem misericórdia de meu filho, que é lunático e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo, e muitas vezes na água; ... 18 E, repreendeu JESUS o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou. (Mateus 17:15-18)
 
   2 E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo; 3 O qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender; 4 Porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram por ele feitas em pedaços, e os grilhões em migalhas, e ninguém o podia amansar. 5 E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras. 6 E, quando viu JESUS ao longe, correu e adorou-o. 7 E, clamando com grande voz, disse: Que tenho eu contigo, JESUS, Filho do DEUS Altíssimo? conjuro-te por DEUS que não me atormentes. 8 (Porque lhe dizia: Sai deste homem, espírito imundo.) 9 E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? E lhe respondeu, dizendo: Legião é o meu nome, porque somos muitos. 10 E rogava-lhe muito que os não enviasse para fora daquela província. 11 E andava ali pastando no monte uma grande manada de porcos. 12 E todos aqueles demônios lhe rogaram, dizendo: Manda-nos para aqueles porcos, para que entremos neles. 13 E JESUS logo lho permitiu. E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar. (Marcos 5:2-13)
E. Destino dos demônios:
 
 
1. Temporariamente alguns estão confinados. Por exemplo, alguns que eram livres durante a vida de CRISTO, foram lançados para o abismo (Luc 8:31) e serão libertos para fazerem a sua obra, durante os dias da Tribulação que se avizinha (Ap. 9:1-11 e 16:13-14).

2. Todos os demônios serão lançados com Satanás no Lago de Fogo, para sempre (Mat 25:41 e Apo 20:10).
 
   E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo. (Luc 8:31)
  1 ¶ E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. 2 E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar. 3 E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra. 4 E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm nas suas testas o sinal de DEUS. 5 E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem; e o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem. 6 E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. 7 E o parecer dos gafanhotos era ... 11 E tinham sobre si rei, o anjo do abismo; em hebreu era o seu nome Abadom, e em grego Apoliom. (Apocalipse 9:1-11)
   13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do DEUS Todo-Poderoso. (Apocalipse 16:13-14)
   Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; (Mateus 25:41)
   E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. (Apocalipse 20:10)
 
  
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda
Lc 9.26
Os anjos são seres gloriosos.
Terça
Sl 103.20
Os anjos são magníficos em poder.
Quarta
Mt 4.11
Os anjos ministram a CRISTO.
Quinta
Hb 1.14
Os anjos são enviados para servir aos santos.
Sexta
Mt 16.27
Os anjos compõem o exército de CRISTO.
Sábado
Mt 24.31
Os anjos no final dos tempos.
 
 
OBJETIVOS: Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a:
Definir o termo anjo.
Descrever a missão dos anjos.
Contestar a adoração aos anjos.
 
PONTO DE CONTATO: Professor, alguns teólogos liberais acreditam que os anjos são apenas “essências platônicas” ou “emanações da parte de DEUS”. Segundo eles, crer na existência dos anjos como seres racionais é “grosseira mitologia”. Essa posição, ajusta-se à crença racionalista assumida pelos saduceus no tempo de CRISTO (At 23.8). Em outro extremo estão os místicos, os cabalístas, os ufologistas, que acreditam e adoram irracionalmente os seres celestiais, à semelhança dos antigos membros das religiões gnósticas (Cl 2.18). Somente o ensino das Escrituras é capaz de contestar o misticismo e o racionalismo desenfreado que têm invadido a sociedade, e até muitas igrejas.
 
 
SÍNTESE TEXTUAL: O vocábulo “angelologia”, procede de dois termos gregos: angelos, traduzido por “mensageiro” ou “enviado”, e logia, “discurso” ou “tratado”. Angelologia, portanto, é a doutrina que estuda a natureza, o caráter, e a missão dos anjos, conforme as Escrituras. No Antigo Testamento, os anjos são chamados de mal’āk, isto é, “mensageiro ou representante”. Enquanto no grego e no hebraico, os anjos são denominados pela função (mensageiro), na língua aramaica, eram chamados de qaddîsh, isto é, “santos”, descrevendo-lhes o caráter e não apenas o ofício. Quanto ao caráter, a Bíblia afirma que os anjos são mansos (2 Pe 2.11), obedientes e poderosos (Sl 103.20), sábios (2 Sm 14.17), e reverentes (Is 6.2,3). A respeito do ministério angélico, a Escritura declara que: adoram a DEUS (Sl 103.20;148.2), protegem os servos de DEUS (Sl 34.7), e executam juízos divinos (2 Rs 19.25).
 
 
ORIENTAÇÃO DIDÁTICA: Esta lição trata de diversos assuntos pertinentes à doutrina dos anjos. A fim de corrigirmos alguns erros concernentes à natureza desses seres, é conveniente que o caro professor exponha esse tema com bastante objetividade. Apesar de os vocábulos mal’āk e angelos designarem a função dos anjos e não a sua natureza, as expressões “anjos do Senhor” ou “anjos de DEUS”, descrevem claramente os anjos como seres morais procedentes de DEUS. Isto é, possuem natureza espiritual singular. Apresente aos alunos a tabela “Aspectos da Natureza dos Anjos” a fim de reforçar a aprendizagem.
 
 
 
                                                        ASPECTOS DA NATUREZA DOS ANJOS
NATUREZA
DESCRIÇÃO
REFERÊNCIA
Espíritos
De natureza espiritual.
Hb 1.13,14
Assexos
Não se reproduzem.
Lc 20.34-36
Criatura
Feitos por DEUS.
Sl 148.2-5
Imortais
Não estão sujeitos à morte.
Lc 20.35,36
Numerosos
São hostes e não raça.
Lc 2.13
Velozes
Não sujeitos ao espaço e tempo.
Dn 9.21
Pessoais
Características pessoais.
2 Sm 12.20
 
 
Resumo da revista (TÌTULOS E SUB-TÍTULOS):
 
COMENTÁRIO: INTRODUÇÃO
Nesta lição, veremos o que a Bíblia ensina acerca dos anjos.
 
 
 
 
 
I. QUEM SÃO OS ANJOS
1. Os anjos são criaturas morais. O Senhor DEUS criou os anjos não para que fossem meros autômatos; criou-os dotados de livre-arbítrio.
 
2. A criação dos anjos. Canta o salmista terem sido os seres angélicos criados pela Palavra de DEUS.
 
 
 
 
II. OS ANJOS NA BÍBLIA
1. Os anjos no Antigo Testamento. A presença dos anjos, no Antigo Testamento, pode ser facilmente detectada nas seguintes passagens:
 
a) Na era patriarcal. Abraão e Jacó tiveram várias experiências com os anjos de DEUS.
 
b) Na peregrinação de Israel a Canaã. A assistência dos anjos na peregrinação israelita rumo à Terra Prometida é claramente observada na chamada de Moisés (Êx 3.2).
 
c) Na vida dos hebreus em Israel.
 
2. Os anjos no Novo Testamento. Eles podem ser encontrados tanto no ministério de CRISTO quanto no avanço da Igreja.
a) No ministério de CRISTO. No anúncio do nascimento de CRISTO (Lc 1.26). Na proclamação de seu nascimento aos pastores (Lc 2.9-11). Na tentação do deserto (Mt 4.11). Em sua paixão e morte (Lc 22.43). E em sua ressurreição (Lc 24.1-12).
 
b) Na Igreja Primitiva. No conforto dos discípulos após a ascensão de CRISTO (At 1.10,11). No livramento dos apóstolos (At 5.19,20; 12.7,8; 27.23,24). No auxílio à proclamação do Evangelho (At 8.26; At 10.3).
 
 
 
 
III. O CARÁTER DOS ANJOS
1. Os anjos como seres eleitos. À nossa semelhança, são os anjos também dotados de livre-arbítrio.
 
2. Os anjos são santos. Por que os anjos de DEUS são dessa forma considerados? Em primeiro lugar, por haverem escolhido obedecer-lhe as ordens.
 
3. Os anjos são sábios. São os anjos também considerados sábios em virtude de seu temor a DEUS (Pv 1.7).
 
4. Os anjos são obedientes. São os anjos eficazes na execução das ordens que recebem do Senhor.
 
 
 
 
IV. A CLASSIFICAÇÃO DOS ANJOS
1. Anjo do Senhor. A expressão “o anjo do Senhor”, dependendo da passagem, pode referir-se profeticamente ao Senhor JESUS em sua pré-encarnação. Em Ml 3.1b, “o anjo do concerto” é uma alusão a Ele. O “concerto” é certamente o de Mt 26.28.
 
2. Arcanjo Miguel. Único arcanjo citado nas Sagradas Escrituras. Sua missão: conduzir os exércitos de DEUS (Ap 12.7) e lutar em prol dos filhos de Israel (Dn 12.1). Foi ele quem sepultou o corpo de Moisés (Jd 1.9). Ele é conhecido também como um dos primeiros príncipes (Dn 10.13). Arcanjo significa, literalmente, principal entre os anjos.
 
3. Gabriel. Conhecido como varão, ou herói de DEUS, aparece Gabriel como intérprete dos arcanos divinos.
 
4. Querubins. São os querubins responsáveis por sustentar o trono divino e por reivindicar seja o nome Todo-Poderoso constantemente santificado pelos homens (Gn 3.24; Sl 99.1; Ez 10.1).
 
5. Serafins. A missão dos serafins que, em hebraico, significam ardentes, é magnificar o nome de DEUS, louvando-o constantemente e exaltando a santidade divina (Is 6.1-6).
 
6. Outras classes angélicas. São também tidas como classes angélicas.
 
 
 
 
V. A MISSÃO DOS ANJOS
1. Enaltecer a DEUS. Em Isaías lemos que os anjos não cessam de clamar dia e noite: “SANTO, SANTO, SANTO é o Senhor dos Exércitos” (Is 6.3).
 
2. Trabalhar em prol dos que hão de herdar a vida eterna. O autor da Epístola aos Hebreus descreve a missão dos anjos entre os santos em Hb 1.14.
 
3. Proteger a nação de Israel. Em Daniel 12.1, lemos que, nos últimos dias, levantar-se-á Miguel, o grande príncipe, para proteger a nação hebréia.
 
 
 
 
VI. O CULTO AOS ANJOS
Embora poderosos em obras, não podem os anjos ser adorados: são criaturas de DEUS, nossos conservos e também comprometidos com a glória de DEUS. Vejamos por que os anjos não devem ser objetos de nosso culto.
1. Os anjos são criaturas de DEUS.
 
2. Os anjos são nossos conservos.
 
3. Os anjos são comprometidos com a glória de DEUS.
 
 
CONCLUSÃO
É reconfortante saber que o Senhor nos colocou à disposição um exército eficiente que nos ajuda em todas as instâncias.
 
AUXÍLIOS SUPLEMENTARES: Subsídio Teológico
“As Evidências Bíblicas
Os anjos têm uma natureza incomparável; são superiores aos seres humanos (Sl 8.5), mas inferiores ao JESUS encarnado (Hb 1.6). A Bíblia ressalta os seguintes fatos a respeito deles:
1. Os anjos são reais, mas nem sempre visíveis (Hb 12.22). Embora DEUS ocasionalmente lhes conceda a visibilidade (Gn 19.1-22), são espíritos (Sl 104.4; Hb 1.7,14). Nos tempos bíblicos, seres humanos experimentavam, às vezes, efeitos da presença de um anjo, mas não viam ninguém (Nm 22.21-35). Às vezes, viam o anjo (Gn 19.1-22; Jz 2.1-4; Mt 1.20-25; Lc 24.4-6; At 5.19-20). Além disso, os anjos podem ser vistos sem serem reconhecidos como anjos (Hb 13.2).
 
2. Os anjos adoram, mas não devem ser adorados. São incomparáveis entre as criaturas, mas nem por isso deixam de ser criaturas. Correspondem com adoração e louvor a DEUS (Sl 148.2; Is 6.1-3; Lc 2.13-15; Ap 4.6-11) e a CRISTO (Hb 1.6). Como conseqüência, os cristãos não devem exaltá-los (Ap 22.8,9); os que fazem, perdem a sua recompensa futura (Cl 2.18).
 
3. Os anjos servem, mas não devem ser servidos. DEUS os envia como agentes para ajudar os seres humanos, especialmente os fiéis (Êx 14.19; 23.23; Nm 20.16; 22.22-25; Jz 6.11-22; Sl 34.7; 91.11; At 27.23-25; Hb 13.2). Os anjos também mediam os juízos de DEUS (Gn 19.22, 24; At 12.23) e suas mensagens (Jz 2.1-5; Mt 1.20-24). Mas eles nunca devem ser servidos, pois assemelham-se aos cristãos num aspecto muito importante: são também servos de DEUS (Ap 22.9).
 
4. Os anjos acompanham a revelação, mas não a substituem total ou parcialmente. DEUS os emprega, mas não são o alvo da revelação divina (Hb 2.2s). No século I, surgiu uma heresia que se constituiu num ‘pretexto de humildade e culto aos anjos’ (Cl 2.18). Envolvia dura disciplina do corpo sem nada fazer para refrear a indulgência sensual (Cl 2.23 – NVI). Sua filosofia enfatizava as idéias falsas de que: (a) os cristãos são inferiores na sua capacidade de abordarem pessoalmente a DEUS; (b) os anjos têm capacidade superior nesse sentido; (c) a adoração lhes é devida por causa da sua intervenção em nosso favor. Paulo respondeu a essa heresia com um hino que glorifica a CRISTO, que é a fonte da nossa glória futura (Cl 3.1-4).
 
5. Os anjos sabem muitas coisas, mas não tudo. O discernimento que têm foi-lhes concedido por DEUS; não é inato nem infinito. Sua sabedoria talvez seja vasta (2 Sm 14.20), mas seus conhecimentos, limitados: Não sabem o dia da segunda vinda de nosso Senhor (Mt 24.36) nem a plena magnitude da salvação dos seres humanos (1 Pe 1.12).”
(BAKER, C.D; MACCHIA, F.D. Seres espirituais criados. In HORTON, S. M. Teologia Sistemática: uma perspectiva pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, p.196-8.)
Leia mais: Revista Ensinador Cristão CPAD, no 28, pág. 39
 
***************************************************************************************************************************************************************
 
QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 6 - ANJOS, MINISTROS E ENVIADOS POR DEUS - Ev.Luiz Henrique - www.apazdosenhor.org.br/estudos_biblicos
Para responder ao questionário é preciso esta DE POSSE DA REVISTA DA cpad DO 4º TRIMESTRE DE 2006
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete: 
“Não são, porventura, todos eles espíritos _____________________, enviados para __________________________a favor daqueles que hão de _________________ a salvação?” (Hb 1.14).
 
VERDADE PRÁTICA
2- Complete:
Embora _________________________ em poder, os anjos não devem nem podem ser _____________________________. Sua missão é exaltar a DEUS e trabalhar em ________________ dos que hão de herdar a vida eterna.
 
I. QUEM SÃO OS ANJOS?
3- Por que o Senhor DEUS criou os anjos como criaturas morais, dotados de livre-arbítrio? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Para fazerem tudo o que desejassem.
(  ) Para serem poderosos e sem limites.
(  ) Para que não fossem meros autômatos.
(  ) A fim de que o servissem amorosa e voluntariamente. 
 
4- Quais os tratamentos qualificativos para os anjos, que lhes ressaltam a responsabilidade moral? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Ministros.
(  ) Poderosos.
(  ) Independentes.
(  ) Servos de DEUS.
 
5-Como foi a criação dos anjos, conforme o salmista do Sl 148.5? Coloque "X" para a alternativa correta:
(  ) Criados pela Palavra de DEUS.
(  ) Criados por DEUS a partir de uma estrela.
(  ) Gerados de uma mulher especial.
 
II. OS ANJOS NA BÍBLIA
6- Onde a presença dos anjos, no Antigo Testamento, pode ser facilmente detectada?
Ligue a primeira coluna de acordo com a segunda:
 
Na era patriarcal
 
A assistência dos anjos na peregrinação israelita rumo à Terra Prometida é claramente observada na chamada de Moisés (Êx 3.2), na proteção de Israel quando da travessia do Mar Vermelho (Êx 14.19) e em sua condução pelo deserto (Êx 23.23).
 
Na peregrinação de Israel a Canaã.  
 
Vejamos algumas: na época dos juízes (Jz 2.4; 6.11; 13.3); na época dos reis (2 Sm 24.16; Is 37.36); na atividade profética (Is 6.1-3; Dn 6.22). Aliás, é no profeta Daniel que encontramos a mais desenvolvida angelologia do Antigo Testamento. Pela primeira vez, na Bíblia, são os anjos chamados por seus respectivos nomes: Gabriel (Dn 8.16) e Miguel (Dn 10.13; 12.1).
 
Na vida dos hebreus em Israel.
 
Abraão e Jacó tiveram várias experiências com os anjos de DEUS. Abraão encontrou-os em, pelo menos, duas ocasiões (Gn 18.1-33; 22.1-17); Jacó, em três (Gn 28.12; 32.1, 24).
 
 
 
 
7- Onde podemos encontrar os anjos, no Novo Testamento?
Eles podem ser encontrados tanto no ministério de CRISTO quanto no avanço da Igreja:
Ligue a primeira coluna de acordo com a segunda:
 
 
 
 
Em sua paixão e morte (Lc 22.43).
 
 
 
No livramento dos apóstolos (At 5.19,20; 12.7,8; 27.23,24). 
 
No ministério de CRISTO.
 
Na tentação do deserto (Mt 4.11). 
 
 
 
No auxílio à proclamação do Evangelho (At 8.26; At 10.3).
 
 
 
E em sua ressurreição (Lc 24.1-12).
 
Na Igreja Primitiva.  
 
No conforto dos discípulos após a ascensão de CRISTO (At 1.10,11).
 
 
 
Na proclamação de seu nascimento aos pastores (Lc 2.9-11). 
 
 
 
No anúncio do nascimento de CRISTO (Lc 1.26)
 
 
 
III. O CARÁTER DOS ANJOS
8- Ligue a primeira coluna de acordo com a segunda, quanto ao caráter dos anjos:
 
 
Os anjos como seres eleitos.  
 
Por que os anjos de DEUS são dessa forma considerados? Em primeiro lugar, por haverem escolhido obedecer-lhe as ordens. Quanto aos outros, optaram por seguir a Satanás em sua rebelião contra o Senhor. Ler Mt 25.31,41 e Ap 14.10.
 
Os anjos são obedientes. 
 
São os anjos também considerados sábios em virtude de seu temor a DEUS (Pv 1.7). No Antigo Testamento, eles são vistos como sinônimo de sabedoria (2 Sm 14.20). E esta não é meramente intelectual; é essencialmente amorosa tanto para servir e adorar a DEUS como para auxiliar os que hão de herdar a vida eterna. Os anjos são sábios porque sabem fazer o bem e o fazem.
 
Os anjos são santos.  
 
Na Oração Dominical, o Senhor JESUS mostra, de modo implícito, serem os anjos piedosamente submissos à vontade divina (Mt 6.10). Como se pode deduzir dessa passagem, são os anjos eficazes na execução das ordens que recebem do Senhor.
 
Os anjos são sábios.
 
Os anjos bons são assim classificados não por que hajam sido criados para serem eleitos (1 Tm 5.21); classifica-os dessa maneira a Bíblia devido à escolha que fizeram em servir ao Senhor dos Exércitos. Os que optaram em seguir a Lúcifer foram chamados de anjos das trevas. Demonstra-nos isso que, à nossa semelhança, são os anjos também dotados de livre-arbítrio.
 
 
 
 
9- Qual a diferença entre os anjos bons e os anjos das trevas? Complete:
Anjos bons: Classifica-os dessa maneira a __________________ devido à escolha que fizeram em servir ao _______________ dos Exércitos.
Anos das trevas: Os que optaram em seguir a _________________ foram chamados de anjos das trevas. 
 
 
IV. A CLASSIFICAÇÃO DOS ANJOS
10- Como é o Anjo do Senhor? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Não aceitava o livre arbítrio.
(  ) Este é o mais especial dos anjos. 
(  ) Em nome de DEUS, aceitava adoração. 
(  ) Executava juízos. 
(  ) Intercedia pelo povo escolhido. 
(  ) Não conversava com os homens.
(  ) A ciência de DEUS encontra-se em seus lábios como nos lábios do sacerdote se achava a lei e o conselho.
(  ) Em Ml 3.1b, “o anjo do concerto” é uma alusão a CRISTO. O “concerto” é certamente o de Mt 26.28
 
 
11- A quem a expressão “o anjo do Senhor”, dependendo da passagem, pode referir-se profeticamente? Coloque "X" para a alternativa correta:
(  ) Ao Senhor JESUS em sua manifestação futura no milênio..
(  ) Ao Senhor JESUS em sua manifestação futura na Grande Tribulação..
(  ) Ao Senhor JESUS em sua pré-encarnação. .
 
12- Quem é o Arcanjo Miguel? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Único arcanjo citado nas Sagradas Escrituras. 
(  ) Sua missão: conduzir os exércitos de DEUS e lutar em prol dos filhos de Israel. 
(  ) Também citado como Querubim, na bíblia.
(  ) Foi ele quem sepultou o corpo de Moisés.. 
(  ) Ele é conhecido também como um dos primeiros príncipes. 
(  ) Rei de Israel.
 
13- O que significa Arcanjo? Coloque "X" para a alternativa correta:
(  ) Literalmente, mais poderoso entre os anjos.
(  ) Literalmente, principal entre os anjos.
(  ) Literalmente, líder entre os anjos.
 
14- Quem é Gabriel? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Conhecido como varão, ou herói de DEUS.
(  ) Aparece como intérprete dos arcanos divinos. 
(  ) O mensageiro só de boas notícias.
(  ) É ele quem explicou a Daniel o mistério das setenta semanas. 
(  ) Assiste diante do trono de DEUS.
(  ) Um querubim especial.
(  ) Anunciou a encarnação do Verbo de DEUS. 
(  ) Apesar de sua importância, a Bíblia não o menciona como arcanjo.
 
15- Quem são os Querubins? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) São os querubins responsáveis por sustentar o trono divino.
(  ) Anjos com poderes especiais.
(  ) Arcanjos com asas.
(  ) São os querubins responsáveis por reivindicar que seja o nome do Todo-Poderoso constantemente santificado pelos homens. 
(  ) Dos textos bíblicos, inferimos serem os querubins uma das mais elevadas classes de seres angélicos.
 
16- A que classe de anjo pertencia Satanás? Coloque "X" para a alternativa correta:
(  ) À classe dos querubins. 
(  ) À classe dos serafins.
(  ) À classe dos arcanjos.
 
17- Qual a missão dos Serafins? Coloque "X" para a alternativa correta:
(  ) Proteger o senhor JESUS.
(  ) Voar ao redor do trono.
(  ) Magnificar o nome de DEUS, louvando-o constantemente e exaltando a santidade divina. 
 
V. A MISSÃO DOS ANJOS
18- Qual a missão dos anjos? 
Ligue a primeira coluna de acordo com a segunda:
 
 
Proteger a nação de Israel. 
 Em Isaías lemos que os anjos não cessam de clamar dia e noite: “SANTO, SANTO, SANTO é o Senhor dos Exércitos” (Is 6.3). Quando do nascimento de CRISTO, os anjos formaram corais que magnificaram o nome de DEUS (Lc 2.13,14).
Enaltecer a DEUS.
Em Daniel 12.1, lemos que, nos últimos dias, levantar-se-á Miguel, o grande príncipe, para proteger a nação hebréia. Não fosse a intervenção divina, certamente Israel não mais existiria, pois muitos são os seus inimigos. Acontece que Israel é ainda povo de DEUS, alvo de seus cuidados; aguarda-o um futuro promissor.
Trabalhar em prol dos que hão de herdar a vida eterna.
O autor da Epístola aos Hebreus descreve a missão dos anjos entre os santos em Hb 1.14. No livro de Atos, são os anjos enviados em diversas ocasiões para socorrer os discípulos de CRISTO (At 5.19; 12.7; 27.23).
 
 
 
VI. O CULTO AOS ANJOS
19- Por  que os anjos não devem ser objetos de nosso culto?
Ligue a primeira coluna de acordo com a segunda:
 
 
Os anjos são criaturas de DEUS. 
 
Esta é recomendação dos anjos: “Adora a DEUS” (Ap 22.9). Erram, portanto, aqueles que, menosprezando o Criador de todas as coisas, buscam adorar a criatura (Rm 1.25). O culto aos anjos é uma perigosa idolatria, na qual muitos têm naufragado. Ler também Cl 2.18.
 
Os anjos são nossos conservos. 
 
Sendo eles criados por DEUS, consideram-se nossos conservos (Ap 19.10).
 
Os anjos são comprometidos com a glória de DEUS. 
 
Somente o Criador é digno de toda a honra e de todo o louvor; sendo os anjos criaturas (Sl 33.6), têm como missão louvar a DEUS.
 
 
 
 
Ajuda:
www.cpad.com.br 
http://www.espada.eti.br/ 

Colaboração do Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva.

Ajude-nos a promover o evangelho na Internet. Dê o seu voto para o site EBDweb. Você pode votar novamente após 24 horas.
Retorna para lições

Próxima Lição