Wordpress Themes

Exortação à Santificação - Pr. Geraldo Carneiro Filho

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL DA

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ENGENHOCA

NITERÓI - RJ

LIÇÃO 08 - DIA 21/02/2010

TÍTULO: “EXORTAÇÃO À SANTIFICAÇÃO”

TEXTO ÁUREO - II Cor 7:1

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: II Cor 6:14-18; 7:1, 8-10

PASTOR GERALDO CARNEIRO FILHO

e.mail: geluew@yahoo.com.br

I - INTRODUÇÃO:

Ainda se pode falar em santidade? Em santificação? Ou estas palavras estão fora de moda? Até onde se percebe, muitos obreiros não estão mais falando nesses assuntos no púlpito. Parece que estamos vivendo a era da “mundanização” eclesial. Há uma perda de identidade muito grande por parte de igrejas que antes eram bem conhecidas por sua liturgia, postura, valores, cultura, história, não só em termos de usos e costumes, mas de ética, moral e santidade. Estamos assistindo à maior avalanche da influência do mundo sobre as igrejas de que se tem conhecimento.

II - SIGNIFICADOS DA SANTIFICAÇÃO:

• (A) - SEPARAÇÃO DO CRENTE DE TODO O MAL OU IMPUREZA: - II Cr 28:1-4, 24; II Cr 29:1-5, 15-19 - Nestes trechos a palavra santificar significa a PURIFICAÇÃO DE TODO O MAL OU IMPUREZA - primeiro dos sacerdotes e levitas, depois, do templo.

• (B) - CONSAGRAÇÃO PESSOAL - Jr 1:5; Jo 10:35-36; 17:9 - A separação ou o afastamento do mal é apenas um aspecto da santificação. Deve haver também uma consagração a Deus. Uma pessoa, um lugar ou uma coisa separada ou dedicada exclusivamente ao serviço do Senhor é consagrado.

• (C) - UMA VIDA SANTA - Lv 19:1-2; 20:7 - A santidade é um mandamento das Escrituras. Significa ser livre de toda contaminação; pureza de vida. Pela nossa conduta e por nosso desejo de servir somente a Deus, somos conhecidos como um povo santo. Cada crente em Cristo deve fugir de toda contaminação do mundo; deve considerar-se morto para o pecado e vivo para Deus. Somente assim estará cumprindo o mandamento: SEDE SANTOS. (II Cr 6:17; Rm 6:11, 13; Cl 3:1-2) cf (I Pe 1:15-16).

Daí, vemos os resultados da santificação: purificação do pecado; consagração a Deus; uma vida santa.

III - MEIOS DA SANTIFICAÇÃO:

  • Deus mesmo estabeleceu os meios próprios através dos quais Ele opera a nossa santificação. Entre tantos outros, destacaríamos apenas os seguintes:

• (1) - PELA PALAVRA DE DEUS - Jo 17:17; Ef 5:26; Hb 4:14 - A Palavra de Deus lava, possuindo efeito santificador, purificador, penetrante. Desse modo nenhuma parte do crente (espírito, alma e corpo) foge ao alcance e ação da Palavra sondadora de Deus.

• (2) - PELO SANGUE DE JESUS - Hb 13:12 - O sangue de Jesus é a base de toda a nossa pureza e vitória. Sempre que o Espírito Santo lida conosco, seja por causa dos nossos atos pecaminosos ou devido à nossa natureza transgressora, Ele nos faz voltar à cruz donde o sangue purificador jorra para todos quantos buscam a purificação.

• (3) - PELA SANTÍSSIMA TRINDADE - Somos santificados por Deus Pai (II Ts 5:23); Deus Filho (Hb 2:11); e Deus Espírito Santo (II Ts 2:13). Observemos, ainda, que a Santidade de Deus foi declarada…:

  • (A) - … pelo próprio Deus - “…eu, o Senhor vosso Deus, sou santo”- Lv 19:2;
  • (B) - … pelos seres angelicais - “Os Serafim estavam acima dele…E clamavam uns para os outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos…”- Is 6:2-3;
  • (C) - … pelos homens - “Não há santo como é o Senhor; porque não há outro fora de ti e rocha nenhuma há como o Senhor nosso Deus”- I Sm 2:2;
  • (D) - … pelos demônios - “… bem seis quem és: o Santo de Deus” - Mc 1:24;
    • (E) - … no Céu - “…e não descansavam nem de dia nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo Poderoso, que era, e que é, e que há de vir”- Apca 4:8;
  • Ainda mais…

- (1) - ELE É PAI SANTO (Jo 17:11);

- (2) - ELE É DEUS SANTO (I Sm 6:20);

- (3) - ELE É SANTO DOMINADOR (Apc 6:10);

- (4) - ELE É TÃO SANTO QUE NÃO PODE VER O MAL (Hc 1:13);

- (5) - ELE É MAIS SANTO QUE AS ESTRELAS (Jó 25:5);

- (6) - ELE É MAIS SANTO QUE OS CÉUS (Jó 15:15);

- (7) - SEU TRONO É SANTO (Sl 47:8);

- (8) - SEU NOME É SANTO (I Cr 16:35; Sl 33:21);

- (9) - SUAS PALAVRAS SÃO SANTAS (Sl 105:42; Rm 7:12);

- (10) - SUA IGREJA É SANTA ( Rm 1:7; I Cor 1:2);

- (11) - SEUS SERVOS SÃO SANTOS (At 3:21; Ef 3:5);

IV - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

  • Lv 19:1-2; I Pe 1:15-16 - Ser Santo é uma exigência de Deus! Quem é, pode exigir! Por isso, para quem afirma que a santificação era somente para a o tempo da Lei, Deus diz: “PORQUE EU, O SENHOR, NÃO MUDO…” (Ml 3:16).
  • Não esqueçamos: ONDE HÁ PECADO, O POVO DE DEUS FICA FRACO, POSTO QUE SEM A PRESENÇA DE DEUS (Js 7:12); ONDE HÁ SANTIDADE, O POVO DE DEUS FICA FORTE, COM TEMOR REVERENTE, POSTO QUE TEM A PRESENÇA DE DEUS (Ex 19:10-11, 14, 16-19).

FONTES DE CONSULTA:

  • Participação da Sua Santidade - Um Estudo da Doutrina da Santificação - Editora Fonte de Luz
  • Conhecendo as Doutrinas da Bília - Editora Vida - Myer Pearlman
  • Estudo Bíblico: “Santidade e santificação estão fora de moda?” - Pr. Elinaldo Renovato de Lima
  • Estudo Bíblico: “A santificação cristã” - Pr. Raimundo de Oliveira
  • Estudo Bíblico: “Exortação à Santidade” - Prof. Antonio Sebastião da Silva

• O Deus Vivo e Verdadeiro - CPAD - Geziel GomesPublicado no blog Escola Bíblica Dominical para Todos

converter em pdf.


  1. Warning: file_get_contents(http://...@200hotmail.com) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/storage/1/49/c5/ebdweb1/public_html/wp-content/plugins/bbuinfo-blogblogs-user-info-plugin/bbuinfo.php on line 174
    antonio josé teixeira
    Escreveu:

    agradeço a deus pois esta lições muito abençõada por falar da santificação
    que e para todos que quiser ser santo resta obedecer a sua palavra


  2. Warning: file_get_contents(http://...@ig.com.br) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/storage/1/49/c5/ebdweb1/public_html/wp-content/plugins/bbuinfo-blogblogs-user-info-plugin/bbuinfo.php on line 174
    Hiran R.ALencar
    Escreveu:

    Lição 08 - Exortação à Santificação
    Palavra chave é santificação
    A grande questão aqui é o que se quer ouvir o que se deve ouvir.
    Alguns crentes de coríntios reagiram à VERDADE. O mesmo acontece hoje com a maioria das pessoas, elas preferem ouvir o que estão acostumadas a ouvir, mas esse tipo de discurso não acrescenta nada. Eu costumava repetir o jargão militar “quando todos concordam com tudo não se tem nada”. Paulo sempre foi contundente.
    A reconciliação nem sempre passa pelo afago do ego! No caso da igreja, a reconciliação só é possível através da consciência. Deus não transige com o pecado e nem com os desvios, e, todo mundo sabe quando a sua própria vida não está realmente no altar. Em outras palavras, qualquer que seja a pessoa com a cabeça no lugar sabe quando a sua vida está pautada na justiça e na verdade. Deus, em Cristo só quer isso de nós. A justiça é o atributo de Deus pelo qual Ele regula com igualdade todas as coisas. Não dá pra dizer que alguém está no altar, quando essa pessoa não pratica retidão. Quando essa pessoa não vive com integridade de caráter; probidade, com honestidade e com seriedade.
    Paulo exorta os coríntios a uma vida santificada (6.14-7.1)
    Não é necessária nenhuma tabelinha ou classificação de santificação, o que é preciso é uma sã consciência em todos os nossos relacionamentos.
    A Bíblia nos ensinando a renunciando à impiedade e às paixões mundanas e para que vivamos no presente mundo sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, que se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo todo seu zeloso e de boas obras. (Tito 2:12-14)
    A doutrina da Igreja só possui um objetivo: “instruir em justiça” (paideían t?n dikaiousýn?) - redargüir, repreender e exortar. São recursos para instruir de acordo com a gravidade da distorção, do erro ou do pecado e de acordo ainda com o nível de entendimento pessoal do envolvido. Se a doutrina não for exposta de acordo com o nível de entendimento do auditório, ela passa a ser um falatório sem valor.
    A outra questão é a do julgo desigual!

    Tem muita gente usando o texto de 2 Co 6: 14 para se referir a namoro entre jovens evangélicos e não evangélicos, engessando o texto a seu bel prazer para justificar posições pessoais. Tudo bem, não deixa de existir um fio de verdade nisto, mas o julgo desigual é muito mais, alias, quando o texto é usado como ferramenta de repressão, aquele que o utiliza já está praticando julgo desigual, semelhante aos fariseus que não tiravam a trava… É importante ter em mente que, como o pecado torna o homem destrutivo, qualquer tipo de trato social de crente com não crente ou de crente nominal com crente verdadeiro já caracteriza julgo desigual.
    A questão do julgo desigual é simples de entender. O homem que não têm compromisso cristão pode mentir e enganar. Pode sonegar informações, não pagar ou não contribuir com (a importância devida), burlando a lei, deixar de mencionar ou relacionar partes da Bíblia, de documentos e outros para assegurar interesses pessoais, com intenção fraudulenta, em qualquer ato em que a lei o exige ou perante um terceiro, reter (objeto alheio) contra a vontade do dono. Ocultar, encobrir, esconder e sonegar, etc. Assim crente que vive em santificação, impossibilitado destas práticas pelo Espírito Santo, pode se sentir injustiçado, mas não se engane! Um relacionamento amplo com Deus é possível para muitos tipos de crentes, mas um relacionamento profundo só é possível se houver santidade!

    A santificação torna o homem produtivo e construtivo - Hb 12.14, Rm 8.5-10. Cremos na necessidade e na possibilidade que temos de viver em santidade mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo, Hb 9.14; 1 Pe 1.15. Tem muita gente dizendo que é salvo e que nasceu de novo, mas os seus negócios, a politicagem e as manobras, até dentro da igreja, para estar bem com todos e obter vantagens. A esses só resta o arrependimento. A questão do julgo desigual não vai ser exaustiva nunca!
    Arrependimento
    Mesmo aqueles que se dizem crentes e velhos crentes precisam dar o primeiro passo no longo caminho de volta para a redenção e salvação. Mesmo tendo levantado a mão e caminhado um longo caminho de falatórios, carecem do arrependimento e arrependimento íntimo. O arrependimento abre a possibilidade do perdão dos pecados, para salvação presente, perfeita e a eterna justificação da alma. O arrependimento é pessoal. Porém os efeitos gerados pelos dons recebidos gratuitamente de Deus, através da fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo, produzem testemunho e proporcionam, pela pregação, o arrependimento daqueles que nos vêm e nos ouvem. É uma questão de exemplo!
    Todos devemos nos esforçar para seguir às regras do viver santo, pois temer a Deus é guardar os seus mandamentos. Segundo Eclesiastes 12.13-14; Estas regras são para prolongamento e melhoramento da vida humana – Dt 6.1-9; Todos os nossos pensamentos, palavras, coisas ocultas e segredos serão julgados por Deus em tempo oportuno 1 Co 4.5, Mt 12.36,37, Rm 2.16. A liberdade não significa libertinagem – 1 Coríntios 10:23. Lemos na bíblia claramente que “Tudo é permitido, mas nem tudo convém”. Qualquer pessoa em sã consciência sabe que nem tudo realmente edifica, pois algumas coisas podem destruir a vida espiritual, mas antes a vida material é joga no lixo e às pessoas nem percebem. Fazem coisas, mesmo dentro da igreja, que ao invés de edificar destroem a si e aos outros. Devemos evitar as coisas negativas e praticar as positivas, não por obrigação, mas por amor a Jesus – Colossenses 3.14-17. Aos rebeldes, desobedientes e irreconciliáveis restará o Tribunal de Cristo ou o Juízo Final, quando cada um será julgado e receberá segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal – 2 Co 5.10. As regras para o viver santo foram estabelecidas por Deus para a nossa própria salvação, da nossa família e daqueles com quem relacionamos diariamente – At 17.31, 1 Tm 4.16. A Bíblia é o princípio e o método.

    (Deuteronômio 16:20) - A justiça, somente a justiça seguirás; para que vivas, e possuas em herança a terra que te dará o SENHOR teu Deus.
    (Mateus 5:10) - Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
    (Mateus 5:20) - Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.
    (Mateus 6:33) - Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
    (João 7:24) - Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.

    (Atos 17:31) - Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.


  3. Warning: file_get_contents(http://...@yahoo.com.br) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/storage/1/49/c5/ebdweb1/public_html/wp-content/plugins/bbuinfo-blogblogs-user-info-plugin/bbuinfo.php on line 174
    Everton
    Escreveu:

    Hiran, o seu comentário foi no mínimo tão bom quanto os subsídios que vi por aqui. Você foi direto na ferida, que Deus te abençoe. Que venhamos orar e agir pela santidade da igreja enquanto é tempo.

Comente.